Política Trump recebido em Riade com honras militares pelo rei Salman

Trump recebido em Riade com honras militares pelo rei Salman

O Presidente norte-americano, Donald Trump, chegou este sábado a Riade para a sua primeira visita ao estrangeiro, tendo sido recebido pelo rei da Arábia Saudita durante uma elaborada cerimónia de boas vindas, com honras militares.
Trump recebido em Riade com honras militares pelo rei Salman
Lusa 20 de maio de 2017 às 12:13

Trump é o primeiro Presidente norte-americano a escolher um país maioritariamente muçulmano para a sua primeira visita internacional como Presidente, uma escolha que pretende mostrar respeito pela região, depois de meses de uma dura campanha de retórica anti-muçulmana.

 

O casal Donald e Melania Trump foi recebido com um aperto de mão pelo rei Salman, de 81 anos, que usou uma bengala de apoio e foi levado até aos degraus do avião num carrinho de golfe, relata a agência noticiosa AP.

 

Os dois líderes trocaram cumprimentos amistosos e Trump disse que era "uma grande honra" estar na Arábia Saudita, antes de vários jactos sobrevoarem o local, deixando um rasto vermelho, branco e azul no céu.

 

Melania Trump usava um fato preto com cinto dourado e não cobriu a cabeça, de acordo com o costume de dignitários estrangeiros que visitam a Arábia Saudita.

 

Trump e o rei Salman falaram através de um intérprete dentro do terminal do aeroporto. De seguida, o Presidente norte-americano foi para o seu hotel durante algumas horas, antes de um dia de reuniões.

 

Os dirigentes sauditas esperam uma abordagem diferente à situação na região, após o ex-Presidente Barack Obama ter recusado envolver o seu país na guerra contra o regime sírio de Bashar al-Assad e promovido uma aproximação ao Irão, o principal rival de Riade.

 

No decurso desta visita de Trump, a Arábia Saudita deverá concluir uma série de acordos com os Estados Unidos sobre vendas de armamento avaliados em mais de 100 mil milhões de dólares (89,8 mil milhões de euros), confirmando a sua segunda posição de país mais bem armado do Médio Oriente após Israel.

 

As exportações dos EUA para este país do Golfo elevaram-se a 18 mil milhões de dólares (16,1 mil milhões de euros) em 2016, e as suas importações do reino a 17 mil milhões (15,2 mil milhões de euros).

 

No seu primeiro périplo internacional, Trump desloca-se ainda a Israel, ao Vaticano, e estará presente nas cimeiras da NATO em Bruxelas e do G7 na Sicília, Itália.

 


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
}
pub