Mercado de Trabalho UGT perdeu 62 mil sindicalizados em oito anos
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

UGT perdeu 62 mil sindicalizados em oito anos

Os dados apresentados pelos sindicatos da UGT, que os estudos académicos não confirmam, apontam para uma quebra de 12% em oito anos. Apesar disso, a UGT assume como objectivo ultrapassar a CGTP.
UGT perdeu 62 mil sindicalizados em oito anos
Catarina Almeida Pereira 17 de março de 2017 às 00:01

São os dados dos próprios sindicatos: a UGT continuou a perder associados nos últimos anos, numa nova redução de 4,2%, ou de 20 mil pessoas, de acordo com os documentos que vão ao congresso do próximo

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 17.03.2017

Mas qual é o espanto? É deitar dinheiro à rua... estão sempre do lado dos patrões, aliás, foram criados por eles. Por outro lado a CGTP é vira o disco e toca o mesmo, sempre do contra tudo e contra todos! só têm associados da função pública e são uns azes a fazerem greves às quintas e sextas feiras, ou só às sextas, conforme se trate de um ou dois dias... Também já só lá vão com greves a servir pontes de fim de semana. Vamos ver até quando é que os papalvos da FP vão engolir isto!

ricky 17.03.2017

Na realidade a perda de associados na UGT até peca por pouca, visto que a única coisa que a UGT faz é assinar de cruz as propostas dos variados governos e patrões, que lesam sempre os trabalhadores.

Anónimo 17.03.2017

Sindicatos são só para Funcionário Público!
Basta ver as medidas laborais tomadas por este governo:
Para os FP: Reposição total dos cortes salariais, das horas extra, dos subsidios, das 35 horas semanais, da reintegração dos excedentários....
Para os Trabalhadores do Privado: NADA!!!!!

Conselheiro de Trump 16.03.2017

Nao e mal feito:este fiel sempre de maos nos bolsos em vez de mandar os publicos reformar-se no limite de tempo,manda-os para casa na flor da idade,1 vez atingida a ultima parte da vida nao lhes interessa mais o sindicato.Ate nisto este bitola e cego.Depois admiram-se com a evolucao dos outros.Pobre

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub