Política Valls avança com candidatura à Presidência de França

Valls avança com candidatura à Presidência de França

"Chegou a hora de ir mais longe no meu compromisso", foi assim que o actual primeiro-ministro francês oficializou a candidatura à Presidência da República. Manuel Valls suspende o exercício de funções a partir de amanhã.
Valls avança com candidatura à Presidência de França
Reuters
Sara Antunes 05 de Dezembro de 2016 às 18:35

"Sim, sou candidato à Presidência da República, afirmou Valls num discurso realizado esta segunda-feira, 5 de Dezembro, realçando que quer unir a esquerda, de acordo com a Reuters.

 

"Chegou a hora de ir mais longe no meu compromisso. O sentido do Estado faz-me considerar que eu não posso ser primeiro-ministro, enquanto candidato. Deixo as minhas funções amanhã, porque quero ter toda a liberdade para propor um caminho a França", afirmou o responsável, citado pelo Le Fígaro.

 

"Espero" que esta candidatura leve "a esquerda até à vitória". "Mobilizem-se. Sejam muitos [a votar] no mês de Janeiro. Vou fazer com que ganhe tudo aquilo que nos une."


"Quero dar tudo a França", realçou, citado pelo New York Times, acrescentando que vai abandonar a função de primeiro-ministro a partir de terça-feira para se poder focar nas eleições presidenciais.

 

Manuel Valls anunciou assim a sua candidatura, depois de François Hollande ter-se afastado de uma nova eleição.

 

Valls vai assim debater as primárias em Janeiro e, se conseguir ser eleito, deverá enfrentar François Fillon, do Partido dos Republicanos, e Marine Le Pen, da Frente Nacional. As eleições presidenciais de França estão agendadas para Abril (primeira volta) e Maio (segunda volta) do próximo ano.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

Nao mostras ser corpolento,se es capaz de nadar contra a corrente,e obra.Tambem e verdade que o jeito vence a forca.Vou tentar ser moderado daqui em diante,ja me apercebi que estou a ser uma persona nao grata.

pub