Segurança Social Valor de referência do RSI sobe 1,6% e anula metade do corte de Passos

Valor de referência do RSI sobe 1,6% e anula metade do corte de Passos

O Governo actualizou o valor de referência do RSI para 183,84 euros, o que implica um novo aumento de 1,6%. Em dois anos, o Governo anulou metade do corte da última legislatura.
Valor de referência do RSI sobe 1,6% e anula metade do corte de Passos
Miguel Baltazar/Negócios
Catarina Almeida Pereira 03 de janeiro de 2017 às 10:05

O Governo decidiu aumentar o valor de referência do rendimento social de inserção (RSI) em 1,6%, de acordo com uma portaria publicada esta terça-feira, 3 de Janeiro, em Diário da República. Com esta segunda actualização, o Governo anula metade do corte feito durante a passada legislatura.

O valor passa para 183,84 euros, ainda assim abaixo dos 186,52 euros que eram tidos como referência em 2011. A forma de contabilizar cada pessoa foi corrigida no ano passado.

O rendimento social de inserção é uma prestação destinada a diminuir a intensidade da pobreza. É a partir do valor de referência, comparado com o valor de rendimentos da família em causa, que se determina o valor do apoio.

O peso de cada membro dos agregados familiares é considerado de forma distinta. Os 183,84 euros representam o valor que deve ser garantido ao titular. É ainda considerado 70% deste valor por cada indivíduo maior e 50% do valor por cada indivíduo menor.

Numa situação em que os rendimentos se mantêm ou aumentam menos, a subida do valor de referência do RSI pode implicar tanto um alargamento do número de famílias a que chega a prestação como um aumento do valor do apoio.

A portaria explica, aliás, que esta alteração se aplica "às prestações de rendimento social de inserção em curso e aos requerimentos que estejam pendentes de decisão", determinando o recálculo do apoio com base no novo valor, que tem efeitos retroactivos a 1 de Janeiro.

À alteração aprovada no ano passado, que além de ter reposto 25% do corte também corrigiu a fórmula de contabilização de cada um dos membros do agregado familiar, seguiu-se um aumento significativo do valor médio do apoio, que na altura subiu 26% (como se pode ver no gráfico do Ministério da Segurança Social, à esquerda).

Os dados oficiais mostram que a subida do valor de referência registada sobretudo em Março teve efeitos ao longo dos meses seguintes. Desde então, desceu 3,9%, de forma progressiva.

O apoio é em média de 111,4 euros por pessoa e de 252,7 euros por família, de acordo com os dados mais recentes, relativos a Novembro.

Nessa altura recebiam a prestação 214.058 beneficiários, numa subida de 4,5% em termos homólogos.

Notícia actualizada com mais informação às 10:04


A sua opinião10
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 03.01.2017


O BURACO ANUAL DA C.G.A. CUSTA MAIS DO QUE O RESGATE DE UM BANCO


Ladrões PS - PCP - BE - e seus apoiantes - ROUBAM OS TRABALHADORES E PENSIONISTAS DO PRIVADO


400 milhões de Euros para aumentar as pensões baixas, são migalhas em comparação com...


os mais de 4600 milhões de euros que o Estado vai injetar, em 2017 (e injeta todos anos) através de transferências diretas do Orçamento do Estado (ou seja, com dinheiro pago em impostos pelos restantes portugueses) para assegurar o pagamento do buraco anual das pensões dos FP-CGA.


comentários mais recentes
Anónimo 15.04.2017

live cam romalittle bad wolf and red riding hood http://crawfordconcrete.net/concrete-contractors-madison-tennessee free cricket livealessi spremiagrumi

alessi acciaiogelato allo yogurt con gelatiera http://transportesdominius.com/gruas www.geonews livetg com live

Anónimo 14.04.2017

mirko gozzoli alessia bettitorte gelato decorazioni http://ceauto.hu/node/1198 robin hood kevin costnerharley davidson hoodie

melon gelato recipesportitalia streaming live http://shelleypreecerealty.com/buyer-services where to buy asics gel lyte iiimy live

Anónimo 13.03.2017

Proper drill equal! Thanx you respecting you problem

http://en.africatime.com/node/1126657

O ladrão do Coelho 03.01.2017

Roubou tudo o que era português e depois corria a lamber o rabo aos alemães, um desgraçado de um mentiroso

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub