Segurança Social Valor mensal das pensões cai entre 2% e 3%
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Valor mensal das pensões cai entre 2% e 3%

Mesmo com aumentos e menos IRS, os reformados começaram esta semana a receber pensões inferiores às que recebiam nos últimos meses. O problema está no fim do pagamento do subsídio de Natal em duodécimos que implica um corte no valor mensal. Este mês é ainda pior porque ninguém sente o alívio fiscal.
Valor mensal das pensões cai entre 2% e 3%
Manuel Esteves 09 de janeiro de 2018 às 23:27

Os jornais noticiaram, o Governo avisou, mas só agora é que os reformados estão a ver com os seus próprios olhos: as pensões, que começaram a ser pagas esta semana, são mais baixas do que as do ano passado.

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado portulord 10.01.2018

estou a ver que o pessoal queria o mesmo e ainda receber o 13 mês e o subsidio de ferias por inteiro, julgam que se fosse um governo de direita era melhor ,fia-vos na virgem porque o outro tambem disse a uma miudinha que não ia cortar nos subsidios e depois foi o que se viu , eu que trabalho tambem levei um grande corte e não me vão repor o que eu ganhava em antes do grande aumento de impostos

comentários mais recentes
Yalioblio 10.01.2018

O problema maior é a miséria de reformas/pensões de alguns, ou seja, daqueles que foram mais prejudicados pela austeridade. Sem isso as pensões/reformas estariam num patamar superior.
Mas isto os jornaleiros não vêem. Criticar o governo é que é bom. Atrasados mentais.

Telmo 10.01.2018

Ainda defendem um governo, tal como os anteriores, incompetente, clientelar, negligente, corrupto e ao serviço dos grandes interesses da luso ponte, dos srs das ppp, das multinacionais farmacêuticas, da edp, da ana, dos ctt. enganados com tabelas de irs para levarem algum só em 2019 ano de eleiçoes.

policia,gnr,militar velhinhos 60 anosSEM CORTES 10.01.2018

VIVA LEI APOSENTAÇÃO DO TEMPO DO FASCISMO

BASTA TER A INSTRUÇÃO BASICA E LEVAR 1.700€ DE PENSÃO

OS TUGAS QUE TRABALHEM ATE AOS 66 ANOS E 4 MESES

JORNALEIRISMO DA TRETA! 10.01.2018

A MANEIRA ALDRABONA e INTENCIONALMENTE DISTORCIDA com que este jornaleiro aparentemente avencado escreve e' mesmo de "palmatoria".
Posto de outra maneira ..E' de ALDRABAO!
E o jornal e o Diretor q permite dar a estampa este tipo de jornaleirimo "afinam plo mesmo toque".
O Pais MERECE MELHOR.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub