Economia Van Zeller: "PSD tem vindo a ser avisado que não pode tratar o PS como se fosse uma entidade descartável"

Van Zeller: "PSD tem vindo a ser avisado que não pode tratar o PS como se fosse uma entidade descartável"

Para o ex-presidente da CIP, o PSD "tem vindo a ser avisado" de que não pode tratar o PS como "se fosse uma entidade descartável". Veja aqui o vídeo.
Ana Laranjeiro 09 de maio de 2012 às 20:18
“O PSD tem vindo a ser avisado de toda a maneira e feitio, incluindo pelos empresários, de que não pode tratar o PS como se fosse uma entidade descartável”, afirmou Francisco Van Zeller à margem do encontro da COTEC. Para o ex-presidente da CIP “no conjunto não podemos dar a imagem, nem devemos, deixar o PSD separar-se do PS”. Isto porque “se isso transparece lá para fora lá se vai um bocadinho da nossa credibilidade”.

Quanto à situação da Grécia “dá a impressão de um País sem Governo, sem orientação, sem saber para onde quer ir, o que é uma consequência terrível”.

O ex-patrão dos patrões sublinha que “já há muito dinheiro investido na Grécia, pensa-se que já não se pode voltar para trás e os gregos não estão a colaborar com o encontro de um objectivo final”. “Mesmo que os europeus quisessem ajudar os gregos agora não têm maneira de saber como”, acrescentou.







A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 10.05.2012

o Parrana,vive na lua.Banqueiros socialistas diz ele.Van Zeller,tem razão,o PS não é descartavel.É o partido fundador da democracia, e o que mais fez para ela acontecer.O que negociou a entrada na UE, que a direita espalhada pela mesma europa,está a fazer tudo para a destruir.A direita depois da rutura vai ter que depender em exclusivo de Portas,que já demonstrou ser mais politico do que Passos com outra consciência social, e sempre disponivel para" meter a choupa" como se diz no norte,se a isso for obrigado

FARTODELES 10.05.2012

Pois não, não sabem... .METERAM-Se NO CAPITALISMO SELVAGEM TOTAL, no GENOCÍDIO SOCIAL e ECOnÒMICO e agora "não sabem o que fazer"... . Eis a ÚNICA CONVERSA de alguém que um dia disse que nÃO ERA CAPAZ DE VIVER com o salário mínimo... .COMO é que OS Portugueses Dão Crédito a gajos destes e a GOVERNOS DE RIQUINHOS?????

chico 10.05.2012

também é um grande comilão!

Anónimo 10.05.2012

e estavam todos bem era no..céu.

ver mais comentários
pub