Energia Venda de petróleo de Angola à China subiu 22% no primeiro semestre

Venda de petróleo de Angola à China subiu 22% no primeiro semestre

A venda de petróleo de Angola à China aumentou 22% no primeiro semestre deste ano, para 27,1 mil toneladas métricas, sendo o segundo maior fornecedor chinês, a seguir à Rússia, com 29,2 mil.
Venda de petróleo de Angola à China subiu 22% no primeiro semestre
Reuters
Lusa 12 de agosto de 2017 às 10:28
De acordo com os dados compilados pela agência de informação financeira Bloomberg, com base nos números da alfândega chinesa, Angola foi o segundo maior vendedor de petróleo à China no primeiro semestre, tendo mesmo começado o ano a vender mais petróleo que a Rússia, tradicionalmente o maior fornecedor chinês.

Em Janeiro deste ano, Angola vendeu ao gigante asiático 4,9 mil toneladas métricas, sendo aliás o único mês em que suplantou as vendas oriundas da Rússia para a China - juntamente com a Arábia Saudita, estes países valem cerca de metade das importações chinesas de petróleo.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
General Ciresp 12.08.2017

Ja nao deve faltar muito mais tempo para que este pais passe a chamar-se Chinangola.O regime praticamente e identico e la a China tem por onde se expandir.

pub