Mundo Venezuela entra em incumprimento por falta de pagamento da eléctrica estatal

Venezuela entra em incumprimento por falta de pagamento da eléctrica estatal

A Venezuela entrou esta sexta-feira em 'default' ao falhar o pagamento os juros de um título de 650 milhões de dólares (560 milhões de euros) da empresa eléctrica estatal Corpoelec.
Venezuela entra em incumprimento por falta de pagamento da eléctrica estatal
Reuters
Lusa 10 de novembro de 2017 às 19:52

A falta de pagamento, segundo a imprensa venezuelana, foi avançada pela empresa Wilmington Trust, o fiduciário do título, num comunicado enviado hoje à Bolsa do Luxemburgo.

 

Segundo o portal da Internet La Patilla, os detentores viam os títulos, que vencem em 2018, como os de maior risco e por isso caíram recentemente para um mínimo histórico de 0,23 dólares (0,19 euros).

 

"Um eventual incumprimento da estatal Petróleos da Venezuela SA (PDVSA), bem como dos títulos soberanos (da República), poderia levar os credores a tentarem reclamar activos da empresa petrolífera, mas neste caso os investidores estrangeiros não têm nada que possam confiscar", explicou.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

Finlândia, esse lugar tão pobre, injusto e atrasado, com taxas de juro negativas a 10 anos ( http://www.afr.com/markets/debt-markets/finlands-10year-bond-yield-turns-negative-20160927-grpzqz ). E isto não tem nada a ver com este tipo de actuação: "The number of University staff will reduce by approximately 980 by the end of 2017." ( https://www.helsinki.fi/en/news/the-university-of-helsinki-terminates-570-employees-overall-staff-cuts-total-980 ); "Aalto University announced on Friday that it will shed a total of 316 positions by the end of 2018." ( www.helsinkitimes.fi/finland/finland-news/domestic/13754-aalto-university-to-lay-off-188.html ); "Digitalization has already reduced overall delivery volumes to the level of the 1960s. Therefore, we must adapt and reform our operations in order to ensure that Posti will still maintain its financial capability to build new business in order to compensate for mail delivery." https://www.apex-insight.com/posti-sees-job-cuts-in-the-offing/

pub