Política Verdes avisam que não se encontram limitados por causa do Programa de Estabilidade

Verdes avisam que não se encontram limitados por causa do Programa de Estabilidade

Heloísa Apolónia diz que há poucos orçamentos para cumprir o que ficou na posição conjunta que viabilizou o Governo.
Verdes avisam que não se encontram limitados por causa do Programa de Estabilidade
Miguel Baltazar/Negócios
Marta Moitinho Oliveira 18 de abril de 2017 às 16:54

A deputada Heloísa Apolónia criticou esta terça-feira, 18 de Abril, o Programa de Estabilidade do Governo e avisou que Os Verdes "não se encontram limitados" nas propostas que farão ao Executivo para o Orçamento do Estado para 2018. 

As declarações foram feitas em Belém, à saída de uma audiência com o Presidente da República. Marcelo Rebelo de Sousa está desde esta segunda-feira a receber os partidos para os ouvir sobre o Programa de Estabilidade e o Programa Nacional de Reformas. 


Heloísa Apolónia revelou pressa no cumprimento das propostas da posição conjunta ao lembrar que "não temos muitos mais exercícios orçamentais para esperar" - uma posição mais próxima da revelada também hoje por Jerónimo de Sousa que em matéria de escalões de IRS defendeu que o faseamento admitido pelo Bloco de Esquerda e pelo Governo "é um objectivo pouco ambicioso". 


Apesar de ter considerado que o Programa de Estabilidade é "um obstáculo" ao cumprimento dos objectivos inscritos na posição conjunta - por causa "da obsessão pelo défice"-, Heloísa Apolónia considerou que Os Verdes não são a favor do descontrolo das contas públicas. Os Verdes reclamam para si o papel de "puxar o Governo para o país real". 


A renegociação da dívida pública e o Orçamento do Estado para 2018 são os temas quentes na agenda deste parceiro do Executivo.


A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Conselheiro de Trump 18.04.2017

Sera que foram recebidos pelo selfie atrufiado com uma subela na mao?Peixeira assidua na lota parlamentar,ninguem dorme quando abre as goelas.

pub
pub
pub
pub