Economia Vídeo: Em 2008 e 2009 "as finanças públicas tornaram-se claramente insustentáveis"

Vídeo: Em 2008 e 2009 "as finanças públicas tornaram-se claramente insustentáveis"

O ministro das Finanças considera que os "os sucessivos Governos agravaram a situação com a condução de políticas orçamentais imprudentes". Todavia, "foi, porém nos anos de 2008 e 2009 que as finanças públicas se tornaram claramente insustentáveis". Veja aqui o vídeo.
Vídeo: Em 2008 e 2009 "as finanças públicas tornaram-se claramente insustentáveis"
Ana Laranjeiro 27 de abril de 2012 às 16:29
Vítor Gaspar, ministro das Finanças, no encerramento de uma conferência sobre competitividade e crescimento, sustentou que “os sucessivos Governos agravaram a situação com a condução de políticas orçamentais imprudentes”.

O governante defendeu ainda que “nunca, desde o início da área do euro, Portugal teve uma posição orçamental próxima do equilíbrio ou excedentária. Por mais de uma década as autoridades persistiram no incumprimento das suas obrigações no quadro do Pacto de Estabilidade e Crescimento”.

“Foi, porém, nos anos de 2008 e 2009 que as finanças públicas se tornaram claramente insustentáveis”, acrescentou.






A sua opinião11
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Adelino Arantes 29.04.2012

O País está no estado em que está porque tem sido muitíssimo mal governado. O sistema eleitoral deve ser mudado, porque este sistema de listas fechadas sem voto nominal não permite exercer escrutínio sobre os políticos.

Anónimo 27.04.2012

O colapso das finanças publicas foi apenas a consequência inevitável de uma estratégia economica inviável de mais de duas décadas.

vitor manuel 27.04.2012

....Quem ganha tres e gasta qustro escusa escusa de bolsa ou saco..

Macedo de Barros 27.04.2012

De facto, tornaram-se insustentáveis, desde que começamos a gastar como loucos, à entrada da CEE; mas começaram por ser insustentáveis para o Estado e são, agora, insustentáveis para o contribuinte! Escolha o que lhe dá melhor jeito, para tentar brilhar com o suor e lágrimas dos outros! O mérito é nosso, porque resolver um problema das elites, com o agravar dos problemas dos contribuintes é coisa tradicional, ditatorial e fácil! Gastamos tanto com o ensino e só produzimos nabos! E, ainda por cima, não aproveitamos a hortaliça, que graça do alto...

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub