Economia Vítor Gaspar: Baixar impostos em 2015 ou 2016 seria imprudente

Vítor Gaspar: Baixar impostos em 2015 ou 2016 seria imprudente

"Possíveis reduções de impostos em 2015 e 2016 seriam uma imprudência que não seria compreendida pelos portugueses e pelos nossos parceiros internacionais", afirmou o governante.
Lusa 04 de maio de 2012 às 18:26
O ministro das Finanças considerou hoje que o aumento de impostos para este ano era inevitável para se arrecadar receitas rapidamente e que baixar impostos em 2015 ou 2016 seria imprudente e não seria compreendida pelos portugueses e 'troika'.

"Possíveis reduções de impostos em 2015 e 2016 seriam uma imprudência que não seria compreendida pelos portugueses e pelos nossos parceiros internacionais", afirmou o governante.

Vítor Gaspar, que falava no âmbito do ciclo de debates "As Reformas da República" que se realiza na Universidade Católica em Lisboa em parceria com a Rádio Renascença, respondeu ainda a questões do painel sobre o aumento da carga fiscal decidido em 2011 e que entrou em prática em 2012.

"O aumento da carga fiscal que ocorreu fundamentalmente o ano passado e foi decidido o ano passado para este ano foi inevitável, dada que a velocidade que era necessária para ter um processo de consolidação orçamental bem-sucedido, exigia medidas que pudessem ser eficazes num prazo muito curto. Infelizmente as medidas que têm a ver com a carga fiscal têm essa característica", disse.

O governante disse, no entanto, que à medida que o programa for sendo bem-sucedido, e que se criar espaço orçamental neste período, Portugal poderá começar a ganhar folga para o "exercício pleno das opções politicas".






A sua opinião55
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 07.05.2012

gaspar isto vai rebentar,sobe mais os impostos e diverte-te,com astias medidas vagarosamente soletradas,nao ha paciencia para te aturar.

Anónimo 07.05.2012

Mais que certo. Bandidos vigaristas, esses politicos todos eram é nem fuzilados.

Anónimo 07.05.2012

Por isso é que esperança neste pais não ha mais. É fugir enquanto é possivel.

Francisco 06.05.2012

Imprudente é quando um português se aproxima de uma mesa de voto com uma caneta na mão e usa-a. Isso é que é imprudência, infelizmente.

ver mais comentários
pub