África Zuma demite-se da presidência da África do Sul

Zuma demite-se da presidência da África do Sul

Jacob Zuma diz que “não está acima da reprovação” e que respeita a Constituição.
Zuma demite-se da presidência da África do Sul
reuters
Negócios 14 de fevereiro de 2018 às 21:12

Jacob Zuma demitiu-se de presidente da África do Sul esta quarta-feira, 14 de Fevereiro, depois de ter estado sob forte pressão para abandonar o cargo. A notícia está a ser avançada pela imprensa internacional.

 

Zuma diz que "não está acima da reprovação", revela a Bloomberg, acrescentando que respeita a Constituição do país. O anúncio foi feito numa declaração televisiva, num discurso que durou meia hora.

 

O político de 75 anos diz discordar da forma como o Congresso Nacional Africano  (CNA) o empurrou para uma saída antecipada.

"Decidi demitir-me do cargo de presidente da República com efeitos imediatos, apesar de discordar da direcção do meu partido", afirmou Zuma, numa declaração transmitida pela televisão.

 

A declaração foi feita horas depois de, numa entrevista, Zuma ter recusado ceder à exigência do partido, que na segunda-feira lhe deu 48 horas para se demitir, e afirmado que aceitaria contudo a decisão do Parlamento, que tem previsto votar na quinta-feira uma moção de censura.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
Saber mais e Alertas
pub