Educação 300 alunos sem vaga na escola pública

300 alunos sem vaga na escola pública

A menos de um mês do início do ano lectivo, há pais que não sabem em que escola os seus filhos vão estudar. Só na transição para o 7.º ano são 300 alunos sem escola, escreve o jornal i, que adianta que a este valor ainda se somam os alunos do 5.º ano.
300 alunos sem vaga na escola pública
Negócios 09 de agosto de 2017 às 09:54

O novo ano lectivo começa dentro de menos de um mês e, por esta altura, há praticamente 300 alunos do ensino básico que não conseguem colocação nas escolas do Estado, não sabendo onde vão parar. A notícia é do jornal i, a quem o Ministério da Educação responde que a situação será resolvida "em breve".

Segundo o i, estão sobretudo em causa alunos da zona da grande Lisboa que passaram para o 7.º ano de escolaridade, e que tiveram de mudar de agrupamento porque aqueles em que estavam não tinham vaga para os acolher. Pois estes alunos percorreram as cinco opções disponíveis aquando da candidatura, e nenhuma destas estava igualmente disponível.

O Ministério da Educação recusa-se a fornecer um número mas o jornal i garante que estão em causa quase 300 no caso do 7.º ano, um valor que cresce quando se juntam casos análogos de alunos que transitaram para o 5º ano de escolaridade.

Trata-se de alunos que entregaram a matricula em Junho e têm visto o seu processo saltitar pelas cinco escolas indicadas pelo encarregado de educação.

Sem adiantar números, o Ministério da Educação garante tratar-se de "casos pontuais" em áreas de maior pressão da procura. E garante que elas serão resolvidas "em breve", segundo o jornal.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub