Educação FT: Católica é a melhor escola portuguesa de negócios. Nova e Porto Business School sobem no ranking

FT: Católica é a melhor escola portuguesa de negócios. Nova e Porto Business School sobem no ranking

Apesar de ter descido duas posições face ao ranking do ano passado, a Católica Lisbon School of Business & Economics mantém-se no primeiro lugar do pódio dos melhores programas de formação de executivos, para o FT.
FT: Católica é a melhor escola portuguesa de negócios. Nova e Porto Business School sobem no ranking
Correio da Manhã
Rita Faria 15 de maio de 2017 às 00:01

A Católica Lisbon School of Business & Economics mantém-se, em 2017, como a melhor escola, em termos de formação para executivos em Portugal, para o Financial Times. Do ranking, de 75 instituições a nível global, fazem ainda parte as portuguesas Nova School of Business and Economics e a Porto Business School.

 

No 44º lugar da tabela, a Católica desce duas posições em 2017 face ao ano anterior, continuando, porém, como a melhor no país, de acordo com o FT.

 

"A consolidação da liderança da Católica Lisbon no Ranking Global do Financial Times para a Formação de Executivos é, para nós, um motivo de grande orgulho, mas acima de tudo é um reconhecimento pelas nossas empresas parceiras e pelos nossos alunos da relevância e valor que caracterizam a nossa oferta formativa", destaca Francisco Veloso, director da Católica Lisbon, em comunicado. "Este resultado reflecte igualmente a nossa forte aposta na internacionalização, cada vez mais um pilar crítico de afirmação da escola," acrescenta.

A escola sublinha ainda que, entre os critérios que contribuíram para este resultado estão as parcerias estabelecidas com escolas internacionais de referência como a Kellogg School of Management, MIT, Carnegie Mellon University, Bocconi University, Fundação Dom Cabral ou a Cheung Kong Graduate School of Business (CKGSB).

A Nova School Business and Economics surge no 57.º lugar, seis posições acima do ano passado (63.º), enquanto a Porto Business School escala um patamar este ano para o 69.º lugar.

"A aposta em parcerias com as melhores instituições, a nível mundial, permitem à Porto Business School trazer para os seus programas as últimas tendências e os temas de presente e de futuro para a gestão. O reconhecimento da Porto Business School neste âmbito é reflexo da concretização da nossa estratégia de crescimento e internacionalização, bem como, do nosso objectivo de ter impacto e criar valor nas organizações.", refere Ramon O’Callaghan, director da Porto Business School, citado em comunicado.

A lista global do FT é liderada pelo International Institute for Management Development (IMD), na Suíça e Singapura. No segundo lugar está a espanhola Iese Business School e, em terceiro, a norte-americana Harvard Business School. 


A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado IS Há 6 dias

No FT Executive Education Rankings 2017, publicado a 14-Maio-2017 a Católica Lisbon School of Business and Economics é considerada a melhor de Portugal com a posição nr 45.

comentários mais recentes
AAAA Há 6 dias

ESTE JORNAL NÃO VALE NADA. PELA 3.A VEZ SEGUIDA ELIMINARAM O MEU COMENTÁRIO. APENAS PORQUE REFERI A MANIPULAÇÃO DO TÍTULO. OU SEJA, SER A MELHOR EM EXECUTIVE EDUCATION (RESIDUAL) NÃO É SER A MELHOR ESCOLA DE NEGÓCIOS. O LOBBIE DA CATÓLICA EM FORÇA.

PS - VEM JÁ SE APAGAM PELA 4.A VEZ.

IS Há 6 dias

No FT Executive Education Rankings 2017, publicado a 14-Maio-2017 a Católica Lisbon School of Business and Economics é considerada a melhor de Portugal com a posição nr 45.

Pedro Dias Há 1 semana

Que artigo tão mauzinho... O ranking para as melhores escolas de negócios de 2017 ainda não saiu, apenas temos o de 2016 em que a nova e a católica estão empatados em 23º. O que saiu foi o ranking para os cursos de educação executiva, que representam uma minoria dos alunos e são de pouco interesse.

Anónimo Há 1 semana

É destas escolas de elite mundial que vêm os gestores responsáveis por afundar a economia e finanças mundiais desde 2008, ou esses responsáveis têm vindo das escolas mais rasquinhas?

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub