Educação Fundador da Netflix e Nobel da Economia na conferência da Porto Business School

Fundador da Netflix e Nobel da Economia na conferência da Porto Business School

Mitch Lowe e Richard Thaler são oradores confirmados no evento anual da escola de negócios por onde já passaram Garry Kasparov ou François Pienaar. Vertex chega em Setembro à Alfândega e dedica um dia ao empreendedorismo.
Fundador da Netflix e Nobel da Economia na conferência da Porto Business School
O centro de congressos da Alfândega do Porto está reservado para a Vertex entre 16 e 18 de Setembro.
António Larguesa 14 de maio de 2018 às 12:27

O Nobel da Economia Richard H. Thaler e o co-fundador da Netflix, Mitch Lowe, vão ser dois dos oradores em destaque na conferência anual organizada pela Porto Business School (PBS), que está agendada para o centro de congressos da Alfândega, na cidade Invicta, entre 16 e 18 de Setembro.

 

Além do galardoado em 2017 pela investigação na área da economia comportamental e do empreendedor que lidera agora a nova-iorquina MoviePass, que tem um serviço de subscrição para ver filmes em cinemas, a escola de negócios da Universidade do Porto anunciou também April Rinne, uma "autoridade global" na economia da partilha, e Jean-François Manzoni, o reitor da escola suíça IMD que publica todos os anos um ranking mundial de talentos.

 

Depois de sete edições com a designação Porto Business School Grand Conference, este evento onde já estiveram presentes nomes como Garry Kasparov, François Pienaar, Ram Charam ou Lisa Bodell, adopta, a partir deste ano, um novo conceito – à conferência no formato tradicional com oradores de renome internacional soma um segundo dia dedicado à inovação e ao empreendedorismo – e também a designação Vertex.

 

 

Liderada pelo catalão Ramon O'Callaghan, recrutado em Maio de 2015 na escola de gestão da Universidade de Nazarbayev (Cazaquistão), a PBS criou para esta segunda vida da sua conferência anual o neologismo "futurefulness", na língua inglesa, atribuindo-lhe como significado "o estado de estar constantemente consciente do futuro". As inscrições já estão abertas e a organização, a cargo da Universidade que acaba de escolher António Sousa Pereira para reitor, aguarda mais de mil participantes.

 

Nos rankings de formação executiva do Financial Times, publicados esta segunda-feira, 14 de Maio, a PBS surge classificada na 69.ª posição na categoria de programas abertos. Considerando também os customizados, nesta reputada lista editada pelo jornal britânico a primeira instituição portuguesa a aparecer é a Católica Lisbon School of Business and Economics, no 40.º lugar, dez lugares à frente da Nova School of Business and Economics.




pub