Empresas Futuros economistas do Porto lançam concurso sem fins lucrativos

Futuros economistas do Porto lançam concurso sem fins lucrativos

A FEP Junior Consulting vai promover um concurso solidário destinado a organizações sem fins lucrativos. A vencedora será premiada com um projecto de consultoria para a auxiliar na sua gestão interna.
Futuros economistas do Porto lançam concurso sem fins lucrativos
A FEP Junior Consulting, promotora do Concurso Solidário FJC, é uma organização composta por alunos da Faculdade de Economia da Universidade do Porto.
Egídio Santos/Negócios
Rui Neves 14 de fevereiro de 2017 às 15:45

Depois de uma primeira experiência, no ano passado, com o desenvolvimento de um estudo de mercado para o Banco Alimentar Contra a Fome do Porto, a FEP Junior Consulting tem em curso o Concurso Solidário FJC, que visa promover a realização de um projecto de responsabilidade social, para auxílio na gestão interna de uma organização sem fins lucrativos, identificando problemas e apresentando soluções.

Destinada a organizações sem fins lucrativos (ONG, IPSS) e a todas as instituições com propósitos sociais ou ambientais, as entidades interessadas deverão contactar a FEP Junior Consulting através do e-mail geral@fjc.pt. O prazo para a apresentação de candidaturas termina a 24 de Fevereiro.

Esta iniciativa integra-se no FJC Porto de Emprego 2017, que a entidade promotora garante que é a maior feira de emprego organizada por estudantes em Portugal, a decorrer nos dias 7 e 8 de Março. A organização vencedora do Concurso Solidário JFC será anunciada no primeiro dia da feira.

No ano passado, a FEP Junior Contulting, uma organização composta por alunos da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, desenvolveu um estudo de mercado para o Banco Alimentar Contra a Fome do Porto, que se focou na sustentabilidade, no financiamento e nos voluntários, tendo apresentado "um conjunto de medidas para solucionar estas necessidades, de forma a optimizar a produtividade, a eficácia e o desempenho da instituição", realça a FEP Junior, em comunicado.

De acordo com a mesma fonte, o Banco Alimentar Contra a Fome do Porto "adoptou várias medidas" por si propostas, tendo obtido "excelentes resultados na gestão de voluntários (criou uma base de dados para conferir informações dos voluntários, com registos de assiduidade), concorreu ao Portugal 2020, sob a orientação da proposta apresentada, e optimizou a gestão do armazenamento e o tratamento dos alimentos".




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub