Política Governo confirma que abandono escolar precoce subiu em 2016

Governo confirma que abandono escolar precoce subiu em 2016

O primeiro-ministro disse ser cedo para avançar com explicações para o aumento do abandono escolar precoce no ano passado mas admitiu que a redução do desemprego jovem pode estar na origem daquela evolução.
Governo confirma que abandono escolar precoce subiu em 2016
Bruno Simão
Marta Moitinho Oliveira 08 de fevereiro de 2017 às 16:45

O primeiro-ministro confirmou esta quarta-feira que o abandono escolar precoce aumentou em 2016, reconhecendo uma subida de 0,6 pontos percentuais no ano passado, e admitiu que esse agravamento pode ter acontecido devido à descida do desemprego jovem.

Luís Montenegro, líder parlamentar do PSD, levantou a questão no debate quinzenal, onde o primeiro-ministro foi falar sobre a execução do Programa Nacional de Reformas. 

"Qual foi a taxa de abandono escolar precoce em 2016?", perguntou. Na resposta, Costa admitiu que o abandono escolar precoce teve "um aumento de 3 décimas", mas considerou ser cedo para o explicar. Ainda assim, acabou por avançar com algumas razões que podem estar por detrás deste agravamento.

 

Costa assumiu que "como a taxa de desemprego juvenil baixou", o aumento da taxa de abandono escolar pode resultar do facto de os jovens terem deixado de estudar, por terem encontrado trabalho. 

Além disso, Costa assumiu, referindo-se ao relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), que a o abandono escolar sobe sempre depois de anos de aumento das taxas de retenção (chumbos). 

Luís Montenegro lembrou que desde 2010, o ano de 2016 é o "primeiro" em que o abandono escolar aumenta e adiantou que se as explicações de Costa fossem válidas então "o desemprego juvenil aumenta se os jovens forem estudar". 

O primeiro-ministro destacou que o programa Qualifica, previsto no Programa Nacional de Reformas, está em marcha e pretende qualificar as pessoas dando-lhes mais formação escolar. 

O novo programa de qualificação de alunos arranca a 6 de Março, anunciou o primeiro-ministro.  

 

 




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 2 semanas


A geração rasca… de esquerda

PS rouba 258 milhões de €, aos trabalhadores e pensionistas... para dar a alguns amigos "especiais".

MANDEM A CONTA AOS CHULOS QUE VOTARAM NO PS.

comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

A CULPA É DO PASSOS E DO PSD! OBVIO!
Entretanto o papagaio virá ver a parte positiva de tudo isto.

Anónimo Há 2 semanas


A geração rasca… de esquerda

PS rouba 258 milhões de €, aos trabalhadores e pensionistas... para dar a alguns amigos "especiais".

MANDEM A CONTA AOS CHULOS QUE VOTARAM NO PS.

pub