Educação Governo deu garantias de reabrir Escola Secundária de Carcavelos

Governo deu garantias de reabrir Escola Secundária de Carcavelos

Os problemas na Escola Secundária de Carcavelos (distrito de Lisboa) fazem hoje a manchete do jornal i, segundo o qual "o Conselho Geral decidiu que a escola não vai reabrir para o segundo período por 'falta de segurança aguda'".
Governo deu garantias de reabrir Escola Secundária de Carcavelos
Miguel Baltazar/Negócios
Lusa 22 de dezembro de 2016 às 19:52
O director do Agrupamento de Escolas de Carcavelos, em Cascais, Adelino Calado, disse hoje à Lusa ter recebido garantias do Ministério da Educação de que os problemas de manutenção da escola secundária iriam ser resolvidos e que o estabelecimento irá reabrir.

"Hoje mesmo estiveram técnicos da Parque Escolar a fazer uma avaliação dos problemas de segurança na escola e recebemos uma nota do gabinete do senhor ministro [da Educação] a garantir que a escola irá reabrir a 2 de Janeiro", afirmou Adelino Calado.

Os problemas na Escola Secundária de Carcavelos (distrito de Lisboa) fazem hoje a manchete do jornal i, segundo o qual "o Conselho Geral decidiu que a escola não vai reabrir para o segundo período por 'falta de segurança aguda'".

O director da Secundária de Carcavelos acrescentou à Lusa que esses problemas, que já se arrastam há um ano, estão relacionados com falta de electricidade e manutenção de equipamento, o que põe em risco a segurança dos cerca de 2.000 alunos que ali estudam.

Adelino Calado justificou a "ameaça" de encerrar a escola para o segundo período pela necessidade "urgente" de resolver os problemas.

"No final da próxima semana haverá uma reunião com representantes da Parque Escolar e do Ministério da Educação. Infelizmente tivemos de chegar a uma situação limite para ter alguma resposta, para ver alguma coisa feita", concluiu.

Na reunião da próxima semana, com dia ainda a definir, serão avaliadas as condições da escola, prevendo-se que os problemas de segurança estejam resolvidos e que as aulas retomem com normalidade na data determinada.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub