Economia Miguel Relvas voltou a estudar e já tem licenciatura

Miguel Relvas voltou a estudar e já tem licenciatura

O ex-ministro já é mesmo licenciado em Ciência Política e Relações Internacionais. Um ano depois de a Justiça ter chumbado o “canudo”, Miguel Relvas voltou à Lusófona para fazer exames às duas disciplinas (teve 16 valores num e 13 noutro) então consideradas irregulares e obter o diploma.
Miguel Relvas voltou a estudar e já tem licenciatura
Miguel Relvas foi a exames e licenciou-se com 13 valores a Direito Administrativo e 16 a Teoria das Relações Internacionais.
Bruno Simão/Negócios
Negócios 29 de julho de 2017 às 16:43

Há cerca de duas semanas, nas instalações da universidade Lusófona, na segunda fase de exames o semestre lectivo, Miguel Relvas fez os exames escritos de Relações Internacionais e Direito Administrativo, tendo obtido 16 valores no primeiro e 13 no segundo, noticia o semanário Sol na sua edição deste sábado, 29 de Julho.

 

Com a aprovação a estas duas "cadeiras", o ex-ministro voltou a ter o número de créditos necessários para completar a licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais, grau que tinha perdido há cerca de um ano.

 

Foi em Junho do ano passado que o Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa deu razão ao Ministério Público e anulou licenciatura do antigo ministro de Pedro Passos Coelho, entre 2011 e 2013.

 

Precisamente em 2013, o Ministério Público apurou que para o grau de licenciado na Universidade Lusófona o ex-ministro do governo PSD/CDS apenas tinha concluído 4 das 36 cadeiras do curso, tendo recebido equivalência às restantes pela experiência profissional.

 

Relvas concorreu pela primeira vez à Lusófona em 2006, onde aproveitou o regime jurídico que permitia a obtenção de créditos do ensino superior através do reconhecimento de competências e experiência.

 

Um ano depois, o antigo ministro ganhava o "canudo" com a classificação final de 11 valores. 




pub