Empresas Minho oferece mais de mil empregos a engenheiros

Minho oferece mais de mil empregos a engenheiros

Mais de mil vagas de trabalho para jovens engenheiros serão oferecidas no próximo dia 20 na Universidade do Minho, em Guimarães, durante a Semana de Engenharia. As propostas surgem de meia centena de empresas, como a Accenture, Altran, Bosch, Continental e Sonae.
Minho oferece mais de mil empregos a engenheiros
Meia centena de empresas vão estar no dia 20 em Guimarães, no pólo local da Universidade do Minho, a apresentar mais de mil vagas de trabalho para jovens engenheiros.
Rui Neves 13 de janeiro de 2017 às 11:58

Na próxima sexta-feira, 20 de Janeiro, cerca de meia centena de empresas vão estar na Escola de Engenharia da Universidade do Minho (EEUM), em Guimarães, a oferecer mais de mil vagas de trabalho para jovens engenheiros.

"Stands" de empresas nacionais e estrangeiras, como a Accenture, Altran, Bosch, Continental e Sonae, dos serviços às diferentes indústrias, da inovação à melhoria de processos, estarão distribuídos pela campus minhoto a fazer apresentações e entrevistas pessoais aos potenciais candidatos.

Esta iniciativa insere-se na Semana da EEUM, que decorre entre os dias 16 e 21, no pólo vimaranense de Azurém da Universidade do Minho, cujo programa geral inclui visitas, "workshops", oradores prestigiados, debates e entrega de diplomas.

"Para quem está a (re)começar a carreira, ou não decidiu que ramo seguir nas diversas engenharias, ou então quer prosseguir para mestrado ou doutoramento, esta iniciativa pode fazer a diferença, permitindo por exemplo conversar de perto com as melhores instituições da área e esclarecer dúvidas com os próprios intervenientes", realça a organização, em comunicado.

Um dos pontos altos do evento ocorrerá no dia 19, que terá início com a cerimónia e entrega das bolsas de estudo e mérito em Engenharia Civil, programa criado no âmbito de uma parceria entre a Universidade do Minho e empresas do sector.

Ainda nesse dia, haverá também apresentações de concursos de ideias e de gestão de carreira, promovidos pela Share e por Miguel Ribeiro Ferreira (um dos empresários que participou no programa televisivo "Shark Tank").

"Um dos propósitos da Escola de Engenharia da Universidade Minho é, indubitavelmente, contribuir para o crescimento e a valorização da região. Pretendemos discutir propostas de intervenção para reforçar a visibilidade e a capacidade de atracção de alunos e de financiamento estratégico, em parceria com os agentes políticos e económicos", enfatiza João Monteiro, presidente da EEUM.

 


A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 13.01.2017

O Minho tem tudo o que Portugal precisa para se desenvolver. É tudo muito facil. Por as pessoas certas no lugar certo, sejam elas do partido A B ou C. É preciso é mostar mais valias e melhor nivel de vida para todos,. sejam eles empresários, administradores ou colaboradores.

pub
pub
pub
}
pub