Orçamento do Estado OE2018: Jerónimo (PCP) quer manuais escolares gratuitos até ao 9.º ano

OE2018: Jerónimo (PCP) quer manuais escolares gratuitos até ao 9.º ano

O secretário-geral do PCP propôs a extensão da gratuitidade dos manuais escolares até ao 9.º ano, prometendo bater-se para ir "tão longe quanto possível" nas negociações do Orçamento do Estado para 2018 (OE2018) com o Governo socialista.
OE2018: Jerónimo (PCP) quer manuais escolares gratuitos até ao 9.º ano
Lusa 17 de setembro de 2017 às 17:16

"Temos agora de assegurar que a medida abranja a escolaridade obrigatória. O OE2018 é uma oportunidade para fazer esse caminho, alargando ao segundo e terceiro ciclos [5.º e 6.º e 7.º, 8.º e 9.º anos, respetivamente], levando a gratuitidade dos manuais escolares tão longe quanto possível. Uma oportunidade que não vamos desperdiçar particularmente nesta face de discussão do OE", garantiu Jerónimo de Sousa este domingo, 17 de Setembro.

 

O líder da Coligação Democrática Unitária (CDU), juntando comunistas ecologistas e independentes, discursava num almoço-comício, em Beja, no âmbito da campanha para as eleições autárquicas de 01 de outubro, e lembrou os benefícios para o povo e o país da ação do PCP e de "Os Verdes", pedindo mais votos e mandatos em 01 de outubro próximo.

 

"São resultado da nossa intervenção e não dádiva do Governo do PS que noutras circunstâncias nunca adotaria, como nunca adotou, nem no seu programa de partido, nem de Governo. Se avançou e nos acompanhou, foi por nossa iniciativa, proposta e até teimosia para conseguir mais direitos e rendimentos para os portugueses", reclamou Jerónimo de Sousa.

 

O líder comunista citara como exemplos "o aumento extraordinário das pensões de reforma, abrangendo mais de dois milhões de reformados, com pensões até 631 euros" e "a aplicação da gratuitidade dos manuais escolares a todos os alunos do primeiro ciclo, abrangendo 370 mil crianças".

 

"A gratuitidade dos manuais escolares, para todos os alunos do 1.º ciclo do ensino básico, é uma medida de grande alcance. Pelo que significa de afirmação da natureza pública, gratuita e universal do ensino. Pelo que se traduz de apoio às famílias tendo em conta o peso nos seus orçamentos", salientou.




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Paga o PCP? Há 6 dias

O hipócrita Jerónimo na sua habitual demagogia eleitoralista...e depois pagam os portugueses a farra...

A HIPOCRISIA E A INCOERÊNCIA DO PCP ( 1 ) Há 6 dias

É absolutamente execrável a POSIÇÃO OFICIAL DO PCP, qt ao apoio ao regime dinástico e criminoso da COREIA DO NORTE, q mantém na mais ignominiosa fome a sua população, para prosseguir com o arsenal nuclear, q pode lançar o mundo numa guerra.
LEMBRAM-SE DO PCP A FAZER A APOLOGIA DA PAZ ... ?

A HIPOCRISIA E A INCOERÊNCIA DO PCP ( 2 ) Há 6 dias

O mesmo se diga do apoio incondicional do PCP ao regime da Venezuela, que pisou aos pés a eleição democrática do povo venezuelano para a Assembleia Nacional, com a vitória da Oposição, a fim de a substituir por uma eleição-farsa.
ONDE ESTÁ O PCP QUE TANTO BRAMAVA PELA SOBERANIA DO VOTO POPULAR ?

A HIPOCRISIA E A INCOERÊNCIA DO PCP ( 3 ) Há 6 dias

Idem, para a defesa intransigente q o PCP faz do MPLA, q sustém o governo super-corrupto angolano dos generais, ao mm tempo q o povo profundo de Angola jaz numa vergonhosa fome, a filha do ex-PR, ISABEL DOS SANTOS se tornou a mulher mais rica de África e o seu irmão compra um relógio por € 500.000

ver mais comentários
pub