Educação Que exames estão marcados para o dia da greve?

Que exames estão marcados para o dia da greve?

Fenprof e FNE confirmaram esta terça-feira a realização de uma greve de professores a 21 de Junho, dia que coincide com a realização de exames nacionais no ensino básico e no secundário.
Que exames estão marcados para o dia da greve?
Bruno Simão/Negócios
Marta Moitinho Oliveira 06 de junho de 2017 às 18:17
Depois da Saúde e da Função Pública, é agora a Educação - e o ministro Tiago Brandão Rodrigues - quem está sob pressão dos sindicatos.

As duas frentes sindicais do sector confirmaram esta terça-feira, 6 de Junho, depois de as reuniões com a tutela terem sido infrutíferas face às reivindicações apresentadas, a realização de uma greve de docentes para o próximo dia 21 de Junho, data em que os alunos têm exames nacionais. 

Para o dia da greve estão marcados exames para o 2º ano (prova de aferição) e a primeira fase dos exames do 11º ano.

Para os alunos mais novos estão marcados os exames de Matemática e Estudo do Meio, com início às 10:00. Para os alunos mais velhos, estão marcadas provas de Física e Química A, Geografia A e História da Cultura e das Artes, com início às 9:30. 

O restante calendário está disponível nesta ligação.

Os médicos estiveram de greve a 10 e 11 de Maio. No dia 26 de Maio, foi a vez da greve na Função Pública. E também no sector da Justiça paira a ameaça de paralisação de magistrados, que pode ter impacto negativo no processo eleitoral autárquico, relacionado com reivindicações sobre as suas carreiras.

Entre as reivindicações agora apresentadas pela Fenprof, que motivaram a greve de dia 21, estão a criação de um regime especial de aposentação, bem como o regime de vinculação extraordinária de professores. No último debate quinzenal, a 23 de Maio, o primeiro-ministro, António Costa, anunciou um processo de vinculação extraordinária para os professores no final do mês.

Já a FNE pede que a garantia de que o descongelamento de carreiras chegue a todos os professores "de forma clara e efectiva" em Janeiro de 2018.

O dia da greve agora confirmada coincide com a data em que Tiago Brandão Rodrigues participará no "PS em diálogo", uma iniciativa dirigida às redes sociais onde os ministros do Governo socialista responderão a perguntas dos internautas.

O objectivo deste ciclo de intervenções - a primeira acontece já esta quarta-feira, com o ministro das Finanças, Mário Centeno - é preparar o debate sobre o "Estado da Nação" que fecha a sessão legislativa.



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Conselheiro de Trump 06.06.2017

Se a gerigonca isolar a parte lombar dos carrapatos,q e a parte do corpo que la nao chega pelos proprios meios,essa carapatada nao escolhe mais dias especiais para grevar.Dizem q os armenios estao no direito dels de fazerem greves,mas nunca ouco dizer q eles tambem tem deveres a balanca tem 2 pratos

Anónimo 06.06.2017

Eu gostava de saber a que regalias se refere o comentário do anónimo que me antecedeu???
Essa ideia assenta num real conhecimento de causa, ou é frase feita e claramente massificada pelos dois governos que este antecederam, para promover a ideia que a referência salarial se estabelece por baixo?

pub