Europa Comissário europeu apoia ideia alemã de taxar combustível para financiar refugiados

Comissário europeu apoia ideia alemã de taxar combustível para financiar refugiados

A sugestão alemã de criar uma nova taxa sobre os combustíveis a nível europeu para ajudar no financiamento da atual crise migratória está a ganhar apoios junto da Comissão Europeia, noticiou o alemão Der Spiegel.
Comissário europeu apoia ideia alemã de taxar combustível para financiar refugiados
Bloomberg
Lusa 30 de Janeiro de 2016 às 15:47

Em declarações ao título alemão, o vice-presidente da Comissão Europeia e responsável pela pasta do euro, o letão Valdis Dombrovskis, admitiu que a ideia poderá ser uma possibilidade.

 

"Uma taxa sobre o combustível, a nível nacional ou europeu, poderia ser uma possível fonte de financiamento, especialmente se tivermos em conta que os preços da gasolina registam uma queda histórica", afirmou Valdis Dombrovskis, citado pela Der Spiegel.

 

O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, sugeriu recentemente a possibilidade de criar uma taxa sobre os combustíveis a nível europeu para financiar os custos crescentes da crise migratória que afeta atualmente a Europa, a mais grave desde a Segunda Guerra Mundial.

 

"Concordo com [o ministro] Schäuble, precisamos de novas ideias na Europa para lidar com a crise de refugiados", reforçou Dombrovskis.

 

A sugestão de Schäuble suscitou várias críticas, nomeadamente dentro do próprio partido conservador alemão União Democrata-Cristã (CDU), a força política da chanceler alemã Angela Merkel.

 

A vice-presidente do partido, Julia Kloeckner, rejeitou o plano, uma vez que representa uma nova sobrecarga dos contribuintes.




A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado tojornais 30.01.2016

Os refugiados que sejam sustentados e recebidos pelos países que lá fizeram a guerra e destruíram esses países, diga-se Estados Unidos e Rússia. Fazem as guerras e os Europeus que levem com eles. Chega de demagogia por causa do petróleo. Vão-se lixar e fiquem com a factura.

comentários mais recentes
Anónimo 01.02.2016

Se os refugiados tivessem ficado na Grécia, Itália ou viessem para Portugal e Espanha, falavam em aumentos, mas era...

Anónimo 31.01.2016

Ora, como há uma descida acentuada do preço do petróleo, já se pode criar uma taxa.!!! manda car*lho !! mas não vi a reduzir os impostos sobre os combustíveis quando este estavam a preços astronómicos...Aí..quem aguentou , foi o zé povinho!.

Alcides Costa 31.01.2016

""Concordo com [o ministro] Schäuble, precisamos de novas ideias"

E eu que pensava que aumentar impostos já era uma velha ideia.

Anónimo 30.01.2016

Vergonha estes corruptos deviam ser mortos temos de ser obrigados a pagar para sustentar estes refugiados o povo tem de se revoltar já começa a ser demais

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub