Europa Inflação nos 3% pressiona Banco de Inglaterra a subir juros

Inflação nos 3% pressiona Banco de Inglaterra a subir juros

A inflação no Reino Unido estabilizou nos 3%, em linha com os alertas do Banco de Inglaterra sobre o aumento das pressões inflacionistas.
Inflação nos 3% pressiona Banco de Inglaterra a subir juros
O canadiano Mark Carney lidera o Banco de Inglaterra
Nuno Carregueiro 13 de fevereiro de 2018 às 10:02

O índice de preços no consumidor no Reino Unido subiu em Janeiro a um ritmo anual de 3%, estabilizando face ao registado em Dezembro e colocando mais pressão para o Banco de Inglaterra iniciar o ciclo de subida de juros.

 

Face a Dezembro os preços recuaram 0,5%, já como tinha acontecido em Janeiro do mês passado. Quanto à inflação "core", que exclui alimentação e energia, aumentou de 2,5% em Dezembro para 2,7% em Janeiro.

 

Estão assim confirmadas as expectativas do Banco de Inglaterra, que alertou que as pressões inflacionistas no Reino Unido iriam obrigar o banco central a acelerar o ciclo de subida de juros.

 

A taxa de referência está para já nos 0,5% e o mercado, nesta altura, está a descontar três aumentos de juros no espaço de três anos, sendo que o primeiro agravamento está previsto já para Maio.

 

"Se a economia evoluir de acordo com as projecções do Relatório de Inflação de Fevereiro, a política monetária precisará de ser apertada um pouco antes e em maior grau do que o previsto no momento do Relatório de Novembro", pode ler-se nas minutas da reunião deste mês do Banco de Inglaterra. "É possível que a inflação cresça novamente acima dos 3%, temporariamente, no curto prazo", afirmou o governador Mark Carney.

 

Estas declarações de Carney contribuíram para as fortes quedas dos mercados accionistas na semana passada, com os investidores nervosos com a necessidade de os bancos centrais acelerarem o agravamento da política monetária devido às pressões inflacionistas.

 

Após o relatório da inflação no Reino Unido as bolsas europeias acentuaram a tendência negativa e a libra reforçou os ganhos.




pub