Europa Sigmar Gabriel: "Trump é uma ameaça à paz"

Sigmar Gabriel: "Trump é uma ameaça à paz"

Sigmar Gabriel, número do Governo alemão, classifica Donald Trump como um "populista de direita" e uma ameaça à paz, à coesão social e ao desenvolvimento económico.
Sigmar Gabriel: "Trump é uma ameaça à paz"
Lusa 06 de março de 2016 às 16:19

O vice-chanceler da Alemanha, Sigmar Gabriel, afirmou este domingo, 6 de Março, que o magnata Donald Trump, favorito do Partido Republicano na corrida para presidência norte-americana, representa uma ameaça para a paz, a coesão social e a prosperidade.


Sigmar Gabriel classificou Donald Trump de "populista de direita" que, como Marine Le Pen, na França, e Geert Wilders na Holanda, prometem aos eleitores preocupados com a globalização o retorno a um protegido "mundo de conto de fadas".


"Donald Trump, Marine Le Pen ou Geert Wilders - todos populistas de direita - não são apenas uma ameaça à paz e à coesão social, mas também ao desenvolvimento económico", afirmou Sigmar Gabriel, em declarações ao jornal Welt am Sonntag.


"Os populistas de direita prometem aos seus seguidores o retorno a um mundo de conto de fadas onde a actividade económica só acontece dentro das suas fronteiras", adiantou o também ministro da Economia e vice-chanceler de Angela Merkel.

Contudo, sublinhou Sigmar Gabriel, a economia dos países não prospera num isolamento auto-imposto. "Nós temos que fazer um esforço para explicar como queremos moldar a globalização de uma forma justa", defendeu.

 

Questionada numa outra entrevista pelo jornal Bild sobre Donald Trump, a chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou apenas que não o conhece pessoalmente.

 

Instada a comentar as duras críticas de Donald Trump às políticas de acolhimento de refugiados, que descreveu como "insanas", Angela Merkel disse não ver razões para responder a esta questão.

 

No entanto, a chanceler alemã elogiou a candidata presidencial à nomeação pelo Partido Democrata, Hillary Clinton: "aprecio a sua vasta experiência política, o seu compromisso com os direitos das mulheres e proteçção da família e saúde."

 

"Aprecio o seu pensamento estratégico e o facto de ser uma forte apoiante da parceria transatlântica", acrescentou Angela Merkel sobre a ex-secretária de Estado dos EUA.

 

A chanceler disse ainda que tem trabalhado sempre "com grande prazer" com Hillary Clinton.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado surpreso1 06.03.2016

Perigo tem sido o vosso amigo Obama.Deixa centenas de milhares de mortos e 6 milhões de refugiados,que vocês merecem

comentários mais recentes
surpreso1 06.03.2016

Perigo tem sido o vosso amigo Obama.Deixa centenas de milhares de mortos e 6 milhões de refugiados,que vocês merecem

Anónimo 06.03.2016

Tudo tem uma logica,quando ela nao esta ao agrado muda-se.Vejamos o nosso caso:temos um governo que o povo nao escolheu,estamos sempre a pensar o que vai acontecer amanha.O tc por conveniencia mantem as leis obsoletas e nao permite que se mexa nelas.RARO.

pub
pub
pub
pub