União Europeia Vítor Constâncio: BCE vai recrutar mais de 500 pessoas para a supervisão bancária

Vítor Constâncio: BCE vai recrutar mais de 500 pessoas para a supervisão bancária

O vice-presidente da autoridade monetária afirmou que o número de contratações para a entidade de supervisão bancária deverá ultrapassar as 500 sem atingir as 1000. O processo de recrutamento deverá ficar a cargo dos bancos centrais nacionais.
Vítor Constâncio: BCE vai recrutar mais de 500 pessoas para a supervisão bancária
Rita Dias Baltazar 14 de dezembro de 2012 às 13:55

O Banco Central Europeu (BCE) vai aumentar o número de postos de trabalho para executar as novas funções como entidade de supervisão bancária.

 

Vítor Constâncio, vice-presidente da autoridade monetária, afirmou que o número de novas contratações “terá de ser ligeiramente acima de 500, mas sem chegar aos 1000”. Na entrevista à Bloomberg TV, o antigo governador do Banco de Portugal acrescentou que “tudo terá agora de ser analisado em detalhe depois de decisões muito recentes”.

 

Os ministros das finanças da União Europeia (UE) acordaram esta semana que o BCE ficaria responsável pela vigilância de seis mil bancos da Zona Euro. Esta medida abre caminho para que os bancos possam ser directamente intervencionados.

 

O novo supervisor deverá estar operacional a 1 de Março de 2014. Entre 150 a 200 bancos serão automaticamente controlados pelo BCE e os outros serão colocados sob vigilância da autoridade monetária, se necessária.

 

A autoridade monetária não publicou ainda estimativas de quantas pessoas serão contratadas para desempenhar as novas obrigações, segundo a agência Bloomberg.

 

“O recrutamento terá de ser feito maioritariamente pelas autoridades nacionais, o que significa supervisores nacionais ou bancos centrais nacionais”, afirmou Constâncio, acrescentado que as novas contratações serão empregadas pelo BCE.




A sua opinião45
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Observador Atento 14.12.2012

PÉSSIMAS NOTÍCIAS!!! Esta é apenas mais uma forma de arranjar mais Jobs for the Boys a juntar aos mais de 100 mil que a UE/CE já emprega. Os contribuintes da Zona Euro vão ter que pagar mais uma Seita de Parasitas com salários e mordomias de luxo saídos das clientelas partidárias. E como é óbvio não vão supervisionar coisa nenhuma a não ser a melhor maneira de saquearem os Estados da UE. Aliás, basta olhar para o exemplo do Vitor Constâncio que supervisiounou a Banca Portuguesa durante vários anos e permitiu entre outras coisas as Golpadas do BPN e do BCP. Tudo bons rapazes...

comentários mais recentes
Zé do Pipo 16.12.2012

Victor Constâncio, leva uns 100 do banco de Portugal, pelo menos ficamos aliviados dos incompetentes.

silva 15.12.2012

Realmente, gostava de ter a sorte de ser um dos recrutados, mas penso que estes lugares já estão destinados para os incompetentes que têm cunhas como o nosso Vitor............ Quando não conseguem ver a borrada num mercado de 10 milhões como é que conseguem ver num mercado de 450 milhões.....

Anónimo 15.12.2012

Contratar mais para chular o povo. Estes bandos de chulos são cada vez mais, e cada vez há mais corruptos e gatunos para roubar quem trabalha.A eficiência deles será igual à deste senhor quando esteve no Banco de Portugal.

Anónimo 15.12.2012

Victor faz-nos lembrar o Fernando RUAS. Cabelinho pintalgado, com 1 ar Xovem , com aspecto um pouco demodé. O homem certo, no momento certo, no lugar certo. Onde está o Videirismo pôr HONRA,escrevia o saudoso prof Ernâni LOPES. O idoso Só Ares dizia: É o NABO mais inteligente que conheço.Quem tem este nível de ironia é 1 tipo com "PINTA". Victor não leu, com certeza, o livro do Sr Juíz Carlos Moreno . " COMO O ESTADO GASTA O NOSSO DINHEIRO". Um bom presente de Natal que aproximaria os portugueses mais da realidade que irão ter pela frente em 2013. Victor Constâncio, um contador de Fadas.O País conhece e RECONHECE, atento, venerando e com vénia o seu Magnífico TRABALHO no BdP. Mas que Trabalho !!!

ver mais comentários
pub