Zona Euro Economia alemã cresceu 0,4% em 2013

Economia alemã cresceu 0,4% em 2013

A maior economia da Europa cresceu menos do que esperado no ano passado e abrandou o ritmo de expansão face a 2012, segundo divulgou o gabinete oficial de estatísticas da Alemanha.
Economia alemã cresceu 0,4% em 2013
Reuters
Hugo Paula 15 de janeiro de 2014 às 08:49

A economia alemã cresceu 0,4% em 2013, com a expansão da economia a ficar aquém do nível de 0,7% verificado no ano anterior, segundo os dados do Gabinete Federal de Estatística citados pela Bloomberg. A evolução ficou abaixo do nível de 0,5%, indicado pelas previsões de 26 economistas inquiridos pela agência noticiosa.

 

A Alemanha tem vindo a liderar a recuperação da economia europeia, onde os países têm vindo a implementar reformar e o nível de desemprego está em máximos. O Bundesbank prevê um crescimento de 1,7, este ano, na Alemanha e de 2,0% em 2015.

 

“A Europa ainda está a reformar-se depois da crise e a Alemanha é o principal motivo por que a economia da Zona Euro voltou ao crescimento”, disse o economista do WGZ Bank, Andreas Moller, à Bloomberg. “O consumo privado foi crucial para o crescimento da Alemanha no ano passado e também será vital em 2014”, acrescentou.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado asantos 15.01.2014

Crescimento medroso! Com a moeda baratíssima que têm, com o nível salarial demasiado baixo, com ganhos brutais nos bancos à custa da crise de dívida, com uma Europa inteira a trabalhar para eles, com excedentes da balança comercial em nível record, só conseguem este resultado miserável?

comentários mais recentes
Lkkl 18.01.2014

Só vejo néscios e asininos a comentar . Pudera nunca na vida conquistaram nada . Um bando de parasitas e invejosos . A Tugalândia no seu melhor !

asantos 15.01.2014

Crescimento medroso! Com a moeda baratíssima que têm, com o nível salarial demasiado baixo, com ganhos brutais nos bancos à custa da crise de dívida, com uma Europa inteira a trabalhar para eles, com excedentes da balança comercial em nível record, só conseguem este resultado miserável?

Anónimo 15.01.2014

Cresceu como o caneco! Viva o neo-liberalismo!!!

anonimo 15.01.2014

fraco!!

pub