Zona Euro Galamba critica posição de Centeno sobre resgate à Grécia

Galamba critica posição de Centeno sobre resgate à Grécia

O deputado João Galamba considera que o vídeo publicado por Mário Centeno enquanto líder do Eurogrupo, no qual elogia o sucesso do programa de assistência financeira grego, é "lamentável" e "apaga o desastre" do memorando helénico.
Galamba critica posição de Centeno sobre resgate à Grécia
Negócios 20 de agosto de 2018 às 16:24

João Galamba lamentou esta segunda-feira, 20 de Agosto, o conteúdo do vídeo publicado pelo ministro das Finanças, no qual Mário Centeno destaca o sucesso do programa de assistência financeira concedido pela troika à Grécia. Enquanto presidente do Eurogrupo, Centeno afirma que "hoje é um dia especial para a Grécia".


"Um vídeo lamentável que apaga o desastre que foi o programa de ajustamento grego e branqueia todo o comportamento das instituições europeias", escreveu o deputado socialista na rede social Twitter. O ex-porta-voz do PS e figura destacada da ala mais à esquerda do partido mostra assim a sua discordância face à forma como Centeno avalia o sucesso do memorando helénico.  

 


Galamba foi substituído por Maria Antónia Almeida Santos enquanto porta-voz socialista no Congresso do PS realizado em Maio, uma mudança que nessa altura foi justificada pelo facto de sair da comissão permanente do partido para passar a integrar o secretariado nacional.
 


No entanto, esta mudança foi então encarada também como uma eventual consequência do temperamento menos institucional de Galamba, que na antecâmara do ciclo eleitoral de 2019 poderia causar dissabores ao PS.


Pela primeira vez desde 2010, a Grécia deixará de estar sob intervenção externa, pese embora a "monitorização reforçada" por parte das instituições da troika. Para Mário Centeno, "
o crescimento económico está a recuperar, estão a ser criados novos postos de trabalho, há um excedente orçamental e comercial, a economia foi reformada e modernizada".


Galamba tem assim uma posição idêntica à assumida por Yanis Varoufakis, ex-ministro grego das Finanças, que hoje afirmou que a forma como as instituições europeias se referem ao fim do programa helénico é uma espécie de "propaganda norte-coreana". Além de Centeno, também Pierre Moscovici, comissário europeu responsável pelos assuntos económicos, e o Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE) elogiaram esta manhã o sucesso das medidas inscritas no memorando grego. 




pub