Zona Euro Portugal cresceu abaixo da Zona Euro no terceiro trimestre

Portugal cresceu abaixo da Zona Euro no terceiro trimestre

O Eurostat reviu em ligeira alta o crescimento do PIB da Zona Euro no terceiro trimestre, que foi suficiente para superar o desempenho de Portugal.
Portugal cresceu abaixo da Zona Euro no terceiro trimestre
Reuters
Nuno Carregueiro 07 de dezembro de 2017 às 10:38
A economia da Zona Euro registou um crescimento homólogo de 2,6% no terceiro trimestre deste ano, uma revisão em alta ligeira face à anterior estimativa do Eurostat, que apontava para uma expansão de 2,5%.
 
A revisão foi ligeira mas o suficiente para travar a tendência de convergência da economia portuguesa com a Zona Euro. O PIB de Portugal cresceu 2,5% no terceiro trimestre.
 
Nos três trimestres anteriores o crescimento do PIB de Portugal foi sempre superior ao da Zona Euro, sendo que a distância foi de seis décimas nos meses entre Janeiro e Março e entre Abril e Junho.
 
Na comparação em cadeia, o crescimento da economia portuguesa também ficou abaixo do registado na Zona Euro. O PIB nacional cresceu 0,5% no terceiro trimestre, face aos três meses anteriores, enquanto na Zona Euro o crescimento foi de 0,6%. Já no segundo trimestre o crescimento em cadeia também tinha sido inferior (0,3% em Portugal e 0,7% na Zona Euro).
 
O abrandamento da economia portuguesa no terceiro trimestre surge depois de um semestre bastante forte, com o PIB a crescer em redor de 3%. Um desempenho que deverá selar 2017 com o ano com o crescimento mais forte da economia portuguesa desde 2000.

Esta divergência da economia portuguesa no terceiro trimestre também se fica a dever a um forte crescimento da economia europeia, com muitos países a apresentarem variações homólogas no PIB em redor ou acima de 3%.
 
Tendo em conta todos os países da União Europeia com dados relativos ao terceiro trimestre, apenas seis apresentaram taxas de crescimento do PIB mais reduzidas que Portugal. Quatro deles integram a Zona Euro: Grécia (1,3%), Itália (1,7%), Bélgica (1,7%) e França (2,2%). Os outros dois são a Dinamarca (+1,3%) e o Reino Unido (1,5%).
 
Entre os países da Zona Euro que apresentaram o crescimento mais elevado no terceiro trimestre destacam-se Malta (+7,7%), a Letónia (+6,2%) e Eslovénia (+4,9%).



A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Carlos Há 6 dias

Afinal, será que o "sucesso" de Costa/Centeno é mesmo sucesso?
Acho que estão simplesmente a colher o que foi semeado alguns anos antes è boleia do crescimento da Europa...
Será infelizmente, e uma vez mais, sol de pouca dura.

Anónimo Há 6 dias

começa a esbater-se o esforço feito por (quase todos) todos os portugueses sob a liderança do Passos e vai começar a ver-se o resultado do laxismo da geringonça. Não vem o diabo mas vem a repetição da história, despesa, sugar os privados e pedir dinheiro. Ao primeiro abanão o mal é dos alemães!!!

Zé antonio Há 6 dias

Criador de toiros a.cristas e o Dr.pedro passos coelho serão melhores
Ou estas mesmo com uma doença mental muito grave devido a estares a mais de 5 anos encavado no Bcp, que a tua ansiedade e extrema, para te quereres sair desses papéis,
Estas vivendo um autêntico CALVÁRIO na tua vida
Burro,

Anónimo Há 6 dias

Percebes e de pichotas criador de Touros,
Em vez de estares a bulir, andas aqui a boa vida.
Como e que isto ade andar para a frente.
Com o teu patrão Pedro passos coelho o desemprego Ainda estaria nos 20%, e a mantinha a emigrar.
Cortes também Ainda estavam a acontecer
Agarrado ao Bcp es.....

ver mais comentários