Finanças Públicas Portugal é o segundo país onde o défice estrutural menos desce
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Portugal é o segundo país onde o défice estrutural menos desce

Entre os países da Zona Euro com contas no vermelho e sem programas da troika, o orçamento nacional propõe a segunda menor redução do défice estrutural. Só a Finlândia quer cortar menos, mas tem metade da dívida pública.
Portugal é o segundo país onde  o défice estrutural menos desce
Bruno Simão
Rui Peres Jorge 30 de outubro de 2014 às 00:01

Itália, França e Áustria deixaram Portugal em situação de potencial fora-de-jogo orçamental. Após a ameaça de sinal vermelho da Comissão Europeia, os três governos refizeram as contas

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado fa 30.10.2014

O defice estrutural nao desce porque as reformas sao intocáveis mais salários FP.

comentários mais recentes
Anónimo 30.10.2014

A culpa é do Sócrates. E do António Costa também.

Não percebo !?! 30.10.2014

....
Então estamos tão bem em todos ao "rankings" ?!?!?!

Gorduras & Mordomias a mais no Estado 30.10.2014

O défice estrutural não desce? pois não, porque nem depois de cá ter estado a Troika, este governo PSD/CDS, que tem maioria absoluta, ganha coragem política e corta a direito nas Gorduras do Estado (Atenção - Cortar nas Gorduras e não nos serviços essenciais), nas pensões milionárias, nas fundações, nos institutos públicos, nos organismos públicos, na Assembleia da República, na Presidência da República, no financiamento dos partidos políticos, nas despesas com Ex-Presidentes da República, nas Autarquias, no Tribunal Constitucional, etc. Sem um verdadeiro corte nas Gorduras do Estado não vamos a lado nenhum! O mais grave, é que o PS não fala nisto!

Anónimo 30.10.2014

a realidade é esta, nem o publico nem o privado se restruturaram devidamente.

o consumo está e continua desregrado, vejam as importações auto e a balança externa, e a consequente divida externa.

o Estado e a sua despesa.

Tudo o resto são flores que o PSD e o PS inventam.

Dois partidos de floristas.

A realidade é outra.

E no longo prazo, ou nós os matamos a eles, ou eles matam o país com as suas práticas. Não é preciso mais factos ou é?

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub