Finanças Públicas Reembolsos de IVA confundem contas
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Reembolsos de IVA confundem contas

Normalmente o ritmo dos reembolsos é semelhante entre anos. Mas em 2015, devido a nova legislação ao abrigo do e-factura e novos sistemas de verificação, com impactos ainda desconhecidos, o volume de reembolsos está a cair 10,9% face ao primeiro semestre do ano anterior.
Reembolsos de IVA confundem contas
Bruno Simão
Rui Peres Jorge 30 de julho de 2015 às 00:01

Nos primeiros seis meses do ano, o Estado encaixou, em termos líquidos, 7.306 milhões de euros com IVA, um aumento de 8% face a 2014. Como habitualmente, este valor desconta os reembolsos às empresas (o IVA é o imposto pago )

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
fernandes barata 30.07.2015

Há certa gente que vive melhor com a confusão; assim passam melhor as coisas ESTRANHAS que não são BEM EXPLICADAS. Tenho na família um caso semelhante, pedi explicações e as que fornecem NÃO EXPLICAM NADA.

luis 30.07.2015

Pois! É tratado numa perspectiva de caixa. Se cobram e não reembolsam os valores devidos a "receita" aumenta inevitavelmente! Engana-me que eu gosto!

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub