Orçamento do Estado Apoio aos carros eléctricos atropela vales para transportes
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Apoio aos carros eléctricos atropela vales para transportes

O incentivo ao abate de veículos em fim de vida vai ser uma realidade a partir do próximo ano, na tentativa de travar o envelhecimento do parque automóvel nacional. Mas para o obter só com a compra de automóveis que utilizem sistemas de propulsão eléctricos.
Apoio aos carros eléctricos atropela vales para transportes
Paulo Moutinho 24 de outubro de 2014 às 00:01

Na versão final da Fiscalidade Verde, o Governo deixou cair o apoio à compra de veículos mais comuns, mas menos poluentes. E os vales de transportes públicos acabaram por não ver a "luz verde".

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado luis 24.10.2014

ms depois reduzem o imposto para os veiculos importados com mais de 10 anos!!!!
qual a lógica ambiental???

comentários mais recentes
anonimo 24.10.2014

Da maneira como está o Estado «FALIDO» ter certificados de aforro e tesouro é um perigo. Se houver hair-cut cenário a não excluir, lá vão os certificados pró maneta. Não basta as Finanças serem sugadores de impostos, ainda temos de ficar sem o nosso dinheirinho para o Estado gatuno, que só soube fazer despesa. O Pinóquio deu uma grande facada nos juros dos certificados de aforro em Janeiro de 2008 através do incompetente Costa Pina!!! No entanto apesar de não haver dinheiro sonhava com obras megalómanas!!!! TGV, Aeroporto etc. agora andam desejosos para ir para o governo!!! A. Costa vai dar outra facada nos certificados. Fujam, levantem, porque já não se pode confiar no Estado mamão.....Depois digam que não avisei.

Anónimo 24.10.2014

Eram contra as ventoinhas das eólicas e acabaram por as subsidiar mais do que antes, acabaram com o programa de mobilidade electica do anterior governo e agora arranjam outro á pressa antes de sairem.

Anónimo 24.10.2014

Lógica ambiental o tanas! O que querem é favorecer o negócio dos carros elétricos, muito mais caros. Só pode haver interesses por trás disto, pois para o País isto não é bom.

AS BATERIAS DOS CARROS ELECTRICOS 24.10.2014

SÃO A COISA MAIS POLUIDORA QUE EXISTE

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub