Função Pública Trabalhadores a recibo verde no Estado sobem 15% em 2017

Trabalhadores a recibo verde no Estado sobem 15% em 2017

O número de trabalhadores a recibo verde voltou a subir em 2017, no ano em que o Governo lançou o programa para regularizar os vínculos precários.
Trabalhadores a recibo verde no Estado sobem 15% em 2017
Bruno Simão/Negócios
Negócios 10 de julho de 2018 às 08:33

O Governo lançou no ano passado um programa para regularizar os vínculos precários mas ao longo do ano os trabalhadores a recibo verde voltaram a subir.

A notícia é avançada pelo Público que explica que os dados oficiais da Direcção-Geral e do Emprego Público (DGAEP) mostram que no final do segundo semestre de 2017 a administração central e as autarquias tinham 17.728 pessoas em regime de prestação de serviço, mais 14,6% do que em 2016.

Trata-se do segundo número mais elevado desde o segundo semestre de 2013. Tal como explica o jornal, os dados podem incluir candidatos à regularização e verdadeiras prestação de serviço mas vão de encontro aos alertas do PCP e Bloco de Esquerda que exigem que o Governo tome medidas para evitar novas situações de precariedade no Estado.

Mais de metade dos trabalhadores a recibos verdes está na administração central, em particular no Ministério do Trabalho, onde houve um "acréscimo relevante" devido à contratação de formadores.

O processo de integração dos formadores está em curso, mas a associação que os representa detectou erros nas listas de excluídos, que o Governo já prometeu rever.




pub