Impostos Fisco penhorou a casa de José Sócrates

Fisco penhorou a casa de José Sócrates

A dívida fiscal de 5.863 euros levou o Fisco a penhorar a casa de José Sócrates na rua Braancamp, em Lisboa, escreve o Correio da Manhã.
Fisco penhorou a casa de José Sócrates
Negócios 16 de julho de 2015 às 10:24

A casa de José Sócrates no edifício Heron Castilho, na rua Braancamp, em Lisboa, foi penhorada pelo Fisco devido a uma dívida fiscal de 5.863 euros. O valor patrimonial do imóvel, com quatro divisões e uma área de 165 metros quadrados, é de 271 mil euros. A penhora foi registada na Conservatória do Registo Predial de Lisboa a 28 de Maio e foi consultada pelo Correio da Manhã.

 

De acordo com o documento, o processo de execução fiscal foi movido pelo Serviço de Finanças de Lisboa 2, localizado apenas alguns metros ao lado da casa de Sócrates. Contudo, o imposto em falta não é discriminado. O advogado do ex-primeiro-ministro, João Araújo, não prestou esclarecimentos ao jornal.

 

De acordo com o CM, o apartamento de Sócrates poderá ser colocado para venda no sistema de transacção de bens penhorados do Fisco, caso a dívida não seja paga. O referido imóvel está igualmente hipotecado pela CGD, como garantia de um empréstimo de 250 mil euros pedido em Janeiro último.

 

Sócrates adquiriu este apartamento em 1998, quando era secretário de Estado do Ambiente no Governo de António Guterres. O ex-primeiro-ministro está em prisão preventiva desde Novembro do ano passado, no estabelecimento prisional de Évora, por suspeitas de corrupção, fraude fiscal e branqueamento de capitais. No início de Junho recusou passar a prisão domiciliária.

 

Sócrates foi detido no âmbito da Operação Marquês, que entretanto também deteve Armando Vara para interrogatório.




Saber mais e Alertas
pub