IMI IMI: revisão do valor fiscal dos prédios já está concluída
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
IMI

IMI: revisão do valor fiscal dos prédios já está concluída

Os coeficientes de localização, usados para calcular o valor patrimonial que serve de base ao IMI, foram revistos e os novos valores entraram em vigor a 1 de Janeiro. Os proprietários já podem dirigir-se às Finanças e verificar se podem ou não passar a pagar menos imposto.
IMI: revisão do valor fiscal dos prédios já está concluída
Miguel Baltazar/Negócios
Filomena Lança 05 de janeiro de 2016 às 00:01

Desde 1 de Janeiro que estão disponíveis e podem ser consultados nas Finanças os novos valores dos coeficientes de localização dos imóveis, que servem de base à avaliação dos pré

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais

A sua opinião12
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado águamole 05.01.2016

Este é um dos bons exemplos do "Estado Ladrão", deste País (com todos os governos!), porque, se para tanta coisa - contra o Zé -, o automatismo funciona, porque não funciona a favor do mesmo Zé?
Porque razão, tanto Regulador e Mediador e e/ou Provedor de Justiça, não se manifestam?

comentários mais recentes
SÍTIOMANHOSO 05.01.2016


...BESTA DAS 13.36 HORAS:

ENFORCA-TE ! !!

Anónimo 05.01.2016

A taxa de incidência legal é entre 0,3 e 0,5 sobre o valor matricial, dependendo do critério de cada autarquia o IMI a cobrar, dentro destes parâmetros.

Tirem-me deste barco, de junto de gente desta 05.01.2016

Como é possível haver aqui imbecis a apelarem ao regresso de quem empobreceu o país, lançou a fome em dezenas de milhares de famílias, ao mesmo tempo que estendia o tapete vermelho, para que, no mesmo período de 4 anos, duplicassem as fortunas dos mais ricos ?
Como é possível haver gente assim ?

Para o animal das 13:36 05.01.2016

Caro Anónimo, das 13:36, é devido a m ...s como tu, sem memória, que têm o crânio cheio de trampa, em vez de massa encefálica, que este país está na cauda da Europa.
Teria sido bem melhor que te calasses, meu bode, em vez de apelares ao regresso do can-alha do Passos, o da Tecnoforma.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub