IRC Descida do PEC em Março está em risco
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
IRC

Descida do PEC em Março está em risco

O plano B do Governo para compensar as empresas pela subida do salário mínimo ainda não saiu do papel, continuando no Parlamento. A dez dias do fim do prazo para a entrega do pagamento especial por conta (PEC) as empresas não sabem que contas fazer.
Descida do PEC em Março está em risco
A redução do PEC foi a saída encontrada por António Costa para o chumbo do PCP, Bloco e PSD à descida da TSU. Antes de facilitar, já está a baralhar a vida às empresas.
Miguel Baltazar
Elisabete Miranda 22 de março de 2017 às 00:01

Faltam dez dias para o fim do prazo de entrega do pagamento especial por conta (PEC) e as empresas ainda não sabem como calculá-lo nem qual o valor a entregar ao Fisco. O diploma que voltou a descer o PEC ainda está no Parlamento,)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Eduardo Santos 22.03.2017

Vista sobre a economia .... .No decorrer do tempo vamos assistindo a bocas bem orientadas no sentido de enganar o eleitorado. Contudo o embuste so dura ate aparecerem as fendas. As fendas ja ameaçam rotura------------------------estamos mesmo falidos .

Anónimo 22.03.2017

Depois dizem que os mercados são maus e que não existe investimento! O País é gerido por incompetentes! Já Rebentaram o Banif, deram cabo dos transportes, deram cabo da Escola Publica, Lixaram a TAP, banalizaram a CGD, triplicaram os custo da divida! É obra de 1 ano Xuxa!

Anónimo 22.03.2017

Considerando o sentido de justiça na distribuição de rendimentos do trabalho que os empresários demonstram, se não for resolvido o PEC, é de esperar que os empresários, como resposta, deliberem que nenhum gestor aufira mais do dobro do menor vencimento pago na respectiva empresa...

Juca 22.03.2017

Continua a ser PEC. Até agora é "pagamento especial por conta" mas irá passar para "pagamento especial para o Costa".

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub