LEX Insolvências: "É preciso mudar mentalidades no Estado e nos grandes bancos"
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
LEX

Insolvências: "É preciso mudar mentalidades no Estado e nos grandes bancos"

Por parte do Fisco, Segurança Social e até dos grandes bancos há falta de visão empresarial no modo como lidam com os processos de recuperação de empresas. É preciso mudar mentalidades, defende Filipe Lowndes Marques.
Insolvências: "É preciso mudar mentalidades no Estado e nos grandes bancos"
Filipe Lowndes Marques (à direita) e Nuno Gundar da Cruz, respectivamente sócio e associado da sociedade de advogados Morais Leitão.
Bruno Simão
João Maltez 27 de abril de 2017 às 11:13

Vem aí um novo regime extrajudicial para facilitar a recuperação de empresas. Esteve em consulta pública até meados deste mês e entrará em vigor no próximo dia 1 de Julho. Tem como principal

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais

A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Camponio da beira 27.04.2017

Os bancos emprestam dinheiro às toneladas aos amigos que sabem não irão pagar, na justiça esperam até que os "emprestimos" sejam colocados a salvo para começar a investigação. Muitas insolvencias são devidamente programadas.

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub