LEX Resolução do Banif dá prémio europeu a advogados portugueses
LEX

Resolução do Banif dá prémio europeu a advogados portugueses

A resolução do Banif valeu à Cuatrecasas a atribuição de um prémio europeu. A distinção foi atribuída pela revista The Lawyer, que considerou a VdA, de João Vieira de Almeida, a firma de advogados de 2017 na Península Ibérica.
Resolução do Banif dá prémio europeu a advogados portugueses
João Maltez 17 de março de 2017 às 16:38

A assessoria jurídica ao processo de resolução do Banif valeu a uma equipa de advogados portugueses da sociedade Cuatrecasas a atribuição do prémio europeu de transacção do ano nas áreas de Direito Bancário e Financeiro.

A distinção, atribuída pela revista britânica The Lawyer, resultou do apoio jurídico prestado ao Banco de Portugal, no processo preparação, estruturação e implementação das medidas de resolução do Banif.

Recorde-se que o banco foi dividido em três partes e envolveu a venda ao Santander Totta do negócio de retalho, a criação de um "banco mau" e a transferência de activos contingentes para uma gestora de activos, a Oitante.  

A assessoria foi coordenada pela managing partner da sociedade em Portugal, Maria João Ricou (na foto), e envolveu, segundo a Cuetracasas, uma equipa multidisciplinar com mais de 12 advogados incluindo, na área de Direito Bancário & Financeiro, os sócios Manuel Requicha Ferreira e Paulo Costa Martins, na área de Contencioso, os sócios Miguel Esperança Pina e Rita Gouveia, na área de Direito Público, o sócio Lourenço Vilhena de Freitas, na área do Direito do Trabalho, a sócia Maria da Glória Leitão, na área da Concorrência o consultor Ricardo Bordalo Junqueiro e ainda, na área Fiscal, o sócio Diogo Ortigão Ramos.

 

VdA considerada a melhor a nível ibérico 

A revista especializada The Lawyer anunciou também que a sociedade de advogados portuguesa VdA, liderada por João Vieira de Almeida, foi considerada a melhor firma ibérica de 2017.

A VdA estava em competição directa com as sociedades Cuatrecasas, Garrigues, Gómez-Acebo & Pombo, Pérez-Llorca, PLMJ, SRS Advogados e Uría Menéndez.

 

Refira-se que os The European Lawyers Awards são atribuídos por uma das mais relevantes editoras internacionais no sector da chamada advocacia de negócios - mais vocacionada para o apoio jurídico a empresas. A edição de 2017 foi a oitava e o júri foi composto por um total de 19 jurados, sócios de firmas de advogados internacionais e juristas de algumas das principais multinacionais.




A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
pertinaz 18.03.2017

Só NOMES ESPANHÓIS A MATAR PORTUGAL

Anónimo 18.03.2017

Enquanto uns perderam as suas poupanças, outro ganham prémios por serem os melhores na resolução do BANIF.
Está muito incorrecto o que fizeram com os pequenos. acionistas

Anónimo 17.03.2017

è uma vergonha para os socialistas e comunistas de estrema esquerda que atè mete nojo destruiram os bancos portugueses o que era dos portugueses pagaram aos ladrôes dos espanhois para ficarem com o patrimonio dos portugueses porcaria dos comunistas e dos socialistas roubarem o pais governo rua

pertinaz 17.03.2017

SÓ VEJO AQUI NOMES ESPANHÓIS ... ARRE !!!

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub