LEX Silva Carvalho e Nuno Vasconcelos acusados de corrupção
LEX

Silva Carvalho e Nuno Vasconcelos acusados de corrupção

O Ministério Público acusou três arguidos do denominado "caso das secretas" pelos crimes de acesso ilegítimo agravado, abuso de poder, violação do segredo de Estado e corrupção passiva e activa para ato ilícito.
Negócios 08 de maio de 2012 às 10:07
A informação foi prestada hoje pelo Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa (DIAP), indicando também que houve um arquivamento parcial do inquérito em relação a alguns factos em investigação relativo a actos praticados por ex-dirigentes de um organismo do Serviço de Informações da República.

De acordo com a imprensa de hoje, os acusados são Jorge Silva Carvalho, ex-director do SIED, Nuno Vasconcelos, presidente da Ongoing e João Luís, funcionário da secreta.

Segundo o “Correio da Manhã”, Silva Carvalho (na foto) é acusado de um crime de corrupção passiva, três de abuso de poder, um de violação do segredo de estado e um de acesso ilegítimo agravado. Já o presidente da Ongoing é acusado de corrupção activa. Já João Luís é acusado de três crimes de abuso de poder, por ter acedido à facturação detalhada de Nuno Simas, jornalista do “Público”. A mesma informação foi noticiada também pelo “Jornal de Notícias”.

A acusação do Ministério Público ocorre depois de, a 26 de Abril, Nuno Vasconcelos e Jorge Silva Carvalho terem sido interrogados no DIAP de Lisboa por suspeita de ilícitos criminais relacionados com acesso ilegítimo a dados pessoais do jornalista Nuno Simas.

Em Agosto do ano passado a investigação do caso sobre alegadas escutas e espionagem ilegal feita pelos serviços secretos foi considerada prioritária e urgente, e o inquérito foi aberto a pedido do director do Serviço de Informações da República Portuguesa (SIRP), Júlio Pereira.

Na altura, Júlio Pereira pediu ao Ministério Público que fosse instaurado um inquérito criminal sobre alegadas fugas de informação nas secretas, tendo ele próprio prestado declarações.

O caso foi noticiado em Julho passado pelo semanário Expresso, que revelou que o ex-director do SIED Jorge Silva Carvalho passou à empresa privada Ongoing informações relacionadas com dois empresários russos, antes de abandonar a chefia do organismo, em Novembro de 2010.

A nota divulgada ontem pelo DIAP indica apenas que a um dos arguidos foi-lhe imputado um crime de acesso ilegítimo agravado, três de abuso de poder, um de violação de segredo de Estado e um de corrupção passiva para acto ilícito.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
asCetah4u7wo 09.12.2016

http://diclofenac-75mg.eu/ - diclofenac cost http://generic-advair.science/ - order advair online http://buysildalis.info/ - sildalis online http://buyrevia.info/ - generic revia http://tadalafil-online.party/ - tadalafil

asCetan7dkfo 06.12.2016

http://buy-eurax.in.net/ - buy eurax http://generic-celebrex.party/ - generic celebrex http://buycelebrex500.top/ - celebrex http://sildenafilonline.date/ - generic sildenafil

asCetaj9k5tv 14.11.2016

http://prednisone.men/ - prednisone http://doxycyclinemonohydrate.trade/ - doxycycline http://voltaren-gel-price.party/ - voltaren

asCeta1lycfv 30.10.2016

http://trazodone-hydrochloride.cricket/ - trazodone 50mg http://diclofenac-sodium-75mg.trade/ - generic for voltaren http://buy-zoloft.kim/ - generic zoloft online http://nexium-price.us/ - esomeprazole nexium http://valtrexgeneric.xyz/ - generic valtrex http://bupropion-hcl.party/ - bupropion

pub