Américas Assembleias do Iowa dão pontapé de saída às presidenciais americanas

Assembleias do Iowa dão pontapé de saída às presidenciais americanas

Os americanos residentes no estado do Iowa começam a escolher esta segunda-feira os candidatos democratas e republicanos às eleições presidenciais de 8 de Novembro. Esta eleição decide muito pouco, mas é essencial para medir a dinâmica de vitória em cada um dos partidos
Assembleias do Iowa dão pontapé de saída às presidenciais americanas
Bloomberg
Bruno Simões 31 de janeiro de 2016 às 15:00

Esta segunda-feira, 1 de Fevereiro, quando forem 19:00 (1:00 em Lisboa), os mais de dois milhões de eleitores do Iowa poderão deslocar-se a centenas de escolas, igrejas e bibliotecas em cerca de duas mil circunscrições diferentes para escolherem o candidato democrata e republicano que preferem. É este pequeno estado americano que dá o pontapé de saída ao processo de nomeação dos candidatos às eleições presidenciais, que termina em Julho, numa convenção nacional.

 

O Iowa representa menos de 1% de todo o eleitorado norte-americano mas costuma ser um bom barómetro da força de cada candidato. No caso dos democratas, desde 1996 que o primeiro classificado nas assembleias do Iowa (denominadas de "caucus") ganhou sempre a nomeação do partido para disputar as eleições. Nos republicanos, essa tendência é menos intensa, embora George W. Bush tenha ganho no Iowa nas duas vezes em que foi nomeado – e acabou por ser eleito.

No caso dos democratas, a corrida está a ser disputada taco-a-taco, com Hillary Clinton a dispor, de acordo com a média das sondagens, de uma vantagem marginal sobre Bernie Sanders de apenas dois pontos. Na corrida republicana pelo Iowa, Donald Trump segue na frente, com 31% das preferências, remetendo Ted Cruz para o segundo lugar, com 23%.

 

Mas o que é o "caucus", que optamos por traduzir por "assembleias"? É uma espécie de eleição primária com algumas particularidades, que tem um objectivo simples: eleger os delegados para a convenção nacional do partido, que vai decidir qual é o candidato às eleições presidências. O Partido Democrata do Iowa descreve o "caucus" como uma "reunião de vizinhos".

 

Como é que se pode votar nas assembleias do Iowa?

 

O funcionamento das assembleias tem regras diferentes conforme o partido. Para começar, só pode participar na decisão quem tiver pelo menos 18 anos no dia das eleições e seja militante dos partidos, embora a inscrição possa ser feita na hora. No caso dos "caucus" republicanos, o processo é relativamente simples: o eleitor entra no local da reunião, vota de forma secreta e os delegados são escolhidos com base nas percentagens de voto.

 

A escolha dos democratas é bastante mais complexa. Os militantes indicam a sua preferência juntando-se em grupos que apoiam determinado candidato, numa área específica do local em que estiverem. Pode ser designada uma zona para os indecisos. Durante cerca de meia hora, os apoiantes de um candidato tentam convencer os apoiantes de outro candidato a juntar-se ao seu grupo. Após esse período, são contados os apoiantes de cada candidato.

 

Nesta fase, são afastados os candidatos que não tenham conseguido juntar pelo menos 15% dos presentes. As pessoas que estavam reunidas nos grupos que apoiavam esses candidatos podem depois juntar-se aos candidatos que ainda continuam na corrida, decidir formar um grupo com os apoiantes de outro candidato que também tenha sido afastado, ou ficar de fora da decisão. Ao fim de meia hora, é feita nova contagem. O vencedor é aquele que assegurar o maior número de delegados. Os resultados devem ser conhecidos a partir das 22:00 (4:00 em Lisboa).

 

Nesta fase, a maioria dos participantes vai embora. Cada um dos grupos que representam os candidatos elege depois os seus delegados.

 

Candidato presidencial só é escolhido em Julho

 

Porém, o "caucus" não elege directamente os delegados à convenção nacional – são necessárias várias etapas até lá chegar. Cada um dos "caucus" realiza-se numa determinada circunscrição, que está integrada num dos 99 condados do Iowa, e elege os delegados para a convenção desse condado, que terá lugar a 12 de Março. Nessa ocasião serão eleitos delegados para a convenção do distrito eleitoral (Abril) em que se insere o condado e para a convenção estadual (Maio e Junho).

 

Essas duas convenções elegem delegados directamente para a convenção nacional, que no caso dos republicanos se realiza entre 18 e 21 de Julho em Cleveland. Os democratas reúnem-se entre 25 e 28 de Julho em Filadélfia. Será aí que serão nomeados os dois candidatos às eleições presidenciais. A escolha deverá reflectir, em grande parte, os resultados obtidos nas eleições primárias e nos "caucus" que se realizarem até aí.

 

Depois do Iowa, as próximas eleições primárias realizam-se em New Hampshire, a 9 de Fevereiro. Seguem-se dezenas de outras eleições primárias e assembleias nos restantes estados americanos. As últimas primárias, exclusivamente democratas, estão marcadas para 14 de Junho, em Washington DC.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
Notícias Relacionadas
pub
pub
pub