Américas Carnaval do Rio de Janeiro movimentará 690 milhões de euros para a cidade

Carnaval do Rio de Janeiro movimentará 690 milhões de euros para a cidade

O Carnaval do Rio de Janeiro, que muito além de festejos representa um grande negócio, deverá movimentar este ano cerca de 950 milhões de dólares (690 milhões de euros) para a cidade, segundo a previsão oficial.
Carnaval do Rio de Janeiro movimentará 690 milhões de euros para a cidade
Bloomberg
Lusa 23 de fevereiro de 2014 às 13:56

Desse total, apenas o turismo deverá deixar na cidade cerca de 750 milhões de dólares (545 milhões de euros), prevendo os gastos dos 920 mil turistas esperados para este ano com diárias de hotéis, restaurantes, bares e casas de espectáculos.

 

Caso a previsão se confirme, o montante representará um aumento de 10% em relação ao fluxo financeiro gerado pelos turistas no ano passado.

 

O restante previsto será injectado na cidade através de investimentos em escolas de samba, eventos paralelos, decoração e organização dos blocos de rua.

 

Por exemplo, cada um dos sumptuosos desfiles das escolas de samba na Marquês de Sapucaí, mais conhecida como "Sambódromo", movimentam cerca de 3,5 milhões de dólares (2,54 milhões de euros) a 7,0 milhões de dólares (5,0 milhões de euros).

 

Já os blocos de rua, embora sejam celebrações mais "espontâneas", têm sido cada vez mais abraçados por grandes marcas, de cerveja, por exemplo, que ficam responsáveis pelos custos das casas de banho químicas, em troca de serem os fornecedores exclusivos dos eventos.

 

De acordo com a Secretaria de Turismo do Rio de Janeiro, historicamente, o período do carnaval - são apenas quatro dias, mas é comum que os turistas permanecem por toda a semana - representa uma melhoria nos negócios entre 5 e 7%.

 

Para que a festa seja realizada, há toda uma cadeia de produção envolvida, que começa muitos meses antes, incluindo compra de matéria-prima para fabrico das fantasias e alegorias e contratação de mão-de-obra para a realização dos trabalhos.

 

No ano passado, o carnaval atraiu aproximadamente 5,3 milhões de foliões, dos quais 1,2 milhões eram turistas. O rendimento gerado foi de 848 milhões de dólares (617 milhões de euros).


A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 23.02.2014

Muito mais enterram na bola em Portugal os média nem divulgam descontentamento com a bola e os recursos que consome aos brasileiros abriram os olhos,muito bem!

comentários mais recentes
AndreCP 24.02.2014

E eu vou lá estar à pala da subida do BCP.. Obrigado e um ótimo Carnaval a todos!!

Anónimo 24.02.2014

Vão gastar milhões na segurança para proteger turistas no Carnaval. Turista que tem para gastar vai contratar segurança privada. Rio é muito inseguro. Depois é S.Paulo. O menos perigoso é Belo Horizonte.

lincoln 24.02.2014

a 'compra de matéria-prima para fabrico das fantasias e alegorias' ou é feita em São Paulo ou é made in china, ou seja, a 'cidade' vê muito pouco

Anónimo 23.02.2014

O sol brasileiro descapota tudo:as bem cheirosinhas,e as carteiras dos turistas hipnotisados.Este ano sera o aquecimento para o campeonato do mundo realizado na fabrica do fotebol (Brasil).

ver mais comentários
pub