Fitch corta "rating" do JP Morgan e S&P ameaça baixar
12 Maio 2012, 01:32 por Lusa
1
Enviar por email
Reportar erro
0
A agência de notação financeira Fitch baixou o "rating" do banco norte-americano JP Morgan Chase e a Standard and Poor's ameaçou o corte.
A agência de notação financeira Fitch baixou o “rating” do banco norte-americano JP Morgan Chase e a Standard and Poor's ameaçou o corte, depois do anúncio de perdas superiores a 2.000 milhões de dólares neste trimestre.

A Fitch cortou em um nível o “rating” do JP Morgan Chase, o maior banco dos Estados Unidos em termos de ativos, de AA- para A+, ao passo que a Standard and Poor's colocou as perspetivas da instituição em negativo, o que significa que pode cortar a nota atribuída.

A Fitch considerou que as perdas são geríveis, mas tem dúvidas sobre a saúde do banco e sobre os riscos que assume.

"A dimensão das perdas e a natureza dessas posições implica uma falta de liquidez", argumentaram as agências de “rating”, acrescentando que isso também "levanta questões sobre o apetite de risco, o enquadramento de gestão de risco e as práticas do JP Morgan Chase".

Na quinta-feira, Jamie Dimon, presidente do JP Morgan Chase, referiu que o grupo registará neste trimestre perdas ligadas "a contenciosos de cerca de 200 milhões de dólares" e "perdas em bolsa antes de impostos de mais de 2.000 milhões de dólares", compensadas por "ganhos 1.000 milhões de dólares nas vendas de produtos de cobertura de risco da dívida".

1
Enviar por email
Reportar erro
0