Mundo EUA impõem tarifas a 1.300 produtos chineses

EUA impõem tarifas a 1.300 produtos chineses

A representação dos EUA para o comércio internacional divulgou esta terça-feira uma lista de importações chinesas às quais propõe aplicar taxas alfandegárias agravadas, como retaliação pela "transferência forçada de tecnologia e propriedade intelectual norte-americana".
EUA impõem tarifas a 1.300 produtos chineses
Reuters
Negócios com Lusa 03 de abril de 2018 às 23:13

Esta lista, que visa importações representando "aproximadamente 50 mil milhões de dólares" (41 mil milhões de euros), inclui 1.300 produtos de diferentes sectores, como aeronáutica, tecnologias de informação e comunicação ou ainda robótica e máquinas, explicou o organismo em comunicado.

 

O presidente norte-americano tinha anunciado, no passado dia 22 de Março, a intenção de taxar as importações chinesas, no âmbito da sua guerra contra o dumping no aço e alumínio, evocando então um valor que poderia ir até 60 mil milhões de dólares.

 

A divulgação da lista de produtos sujeitos ao agravamento das tarifas alfandegárias marca o arranque de um período de consulta pública que deverá durar cerca de dois meses, findos os quais a representação dos EUA para o comércio internacional deverá anunciar uma "determinação final", sublinha a Reuters.

 

Está marcada para 15 de Maio uma audição pública sobre estas tarifas alfandegárias.




pub