Política A dois meses das eleições autárquicas, PSD volta à Festa do Pontal

A dois meses das eleições autárquicas, PSD volta à Festa do Pontal

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, regressa este domingo pela oitava vez à Festa do Pontal, a primeira iniciativa da ‘rentrée’ do PSD, que volta a reunir os sociais-democratas no calçadão de Quarteira, no Algarve.
A dois meses das eleições autárquicas, PSD volta à Festa do Pontal
Correio da Manhã
Lusa 13 de agosto de 2017 às 11:22

A menos de dois meses das eleições autárquicas, nas quais os sociais-democratas têm como objectivo ganhar as eleições e conquistar o maior número de câmaras e juntas de freguesia, o partido arranca para as últimas semanas de pré-campanha em ‘território’ socialista.

 

Nas autárquicas de 2013, o PSD conquistou apenas cinco dos 16 municípios algarvios, com o PS a vencer em dez concelhos e a CDU na autarquia de Silves.

 

Passos Coelho já disse que o partido precisa de "pôr todas as forças no terreno" para enfrentar as eleições de 1 de Outubro e recomendou aos candidatos sociais-democratas para fazerem uma campanha com sobriedade nas promessas, porque há "políticos que gostam de vender demasiada ilusão".

 

"Isto não é um concurso de estrelas, nem uma feira de gado", advertiu em Maio Passos Coelho, que também já assegurou que não se demitirá se o partido tiver um mau resultado nas autárquicas.

 

"Eu nunca me demitiria de líder do PSD por um mau resultado autárquico", assegurou o líder do PSD em Abril, sublinhando que nunca lançaria instabilidade dentro do partido "a propósito de eleições que têm significado local e não nacional".

 

Foi em 2010 que Passos Coelho pisou pela primeira vez o palco da festa social-democrata, quatro meses depois de ter chegado à liderança do PSD, sucedendo a Manuela Ferreira Leite, que enquanto presidente do partido nunca foi ao Pontal.

 

No ano seguinte, foi também já como primeiro-ministro que Passos Coelho discursou no Pontal, algo que não acontecia desde a década de 1990, com Cavaco Silva.

 

Com a ‘troika’ em Portugal e o país a atravessar uma das mais graves crises dos últimos anos, em 2012 o PSD optou por sair da ‘rua’ e fazer a Festa do Pontal num salão de um parque aquático, a poucos quilómetros de distância. Na altura, os sociais-democratas justificaram a mudança com "motivos de ordem financeira e logística".

 

Em 2013, os ‘laranjas’ voltaram a uma das ruas mais movimentadas de Quarteira, a marginal mesmo em frente à praia, repetindo desde esse ano sem interrupções o mesmo ‘figurino’ da festa.

 

A Festa do Pontal realizou-se pela primeira vez há 38 anos, em Agosto de 1976, ocasião em que decorreu no Pinhal do Pontal, junto à Ria Formosa, em Faro, e chegou a contar por duas vezes com a presença de Sá Carneiro.

 

Após um interregno de sete anos, a festa foi retomada em 2005 pelo então líder do PSD/Algarve Mendes Bota, na baixa de Faro.




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
A Tentar Perceber Há 3 dias

Quando se tem conhecimento de Resultados desta governação da vontade de levantar as Mãos aos céus e dar Graças a Deus, que escreve Direito por Linhas tortas, o PSD ganhou as eleições, mas felizmente que não foi para o Governo, lembrar o que o Passos Coelho dizia que ainda íamos passar, é o que ele p

A Tentar Perceber Há 3 dias

Quando se tem conhecimento de Resultados desta governação da vontade de levantar as Mãos aos céus e dar Graças a Deus, que escreve Direito por Linhas tortas, o PSD ganhou as eleições, mas felizmente que não foi para o Governo, lembrar o que o Passos Coelho dizia que ainda íamos passar, é o que ele p

A Tentar Perceber Há 3 dias

Quando se tem conhecimento de Resultados desta governação da vontade de levantar as Mãos aos céus e dar Graças a Deus, que escreve Direito por Linhas tortas, o PSD ganhou as eleições, mas felizmente que não foi para o Governo, lembrar o que o Passos Coelho dizia que ainda íamos passar, é o que ele p

Anónimo Há 4 dias

Não te demitas. Estás no cargo certo: pastor de carneiros analfabetos.
Com o tempo vais provar que nem no PCP poderias fazer carreira. Eles são carneiros mas muito menos estúpidos que tu.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub