Política Bloco quer mudar nome do Cartão de Cidadão para promover "igualdade entre homens e mulheres"  

Bloco quer mudar nome do Cartão de Cidadão para promover "igualdade entre homens e mulheres"  

O Bloco de Esquerda recomenda a alteração da designação do Cartão de Cidadão para Cartão de Cidadania por considerar que o nome actual do documento "não respeita a identidade de género de mais de metade da população portuguesa".
Bloco quer mudar nome do Cartão de Cidadão para promover "igualdade entre homens e mulheres"  
Miguel Baltazar/Negócios
Lusa 14 de abril de 2016 às 20:40

No projecto de resolução, datado de 13 de Abril, onde recomenda ao Governo a alteração do nome do Cartão de Cidadão, o Bloco de Esquerda (BE) refere que, depois de cinco planos nacionais para a igualdade de género, Portugal continua a ter, "como documento principal de identificação, um documento cujo nome não cumpre as orientações de não discriminação, de promoção da igualdade entre homens e mulheres e de utilização de uma linguagem inclusiva".

 

Citando a resolução do Conselho de Ministros n.º 103/2013, que defende que "é tarefa fundamental do Estado promover a igualdade entre mulheres e homens, sendo princípio fundamental da Constituição da República Portuguesa e estruturante do Estado de direito democrático a não descriminação em função do sexo ou da orientação sexual", o BE "entende que não existe qualquer razão que legitime o uso de linguagem sexista num documento de identificação obrigatório para todos os cidadãos e cidadãs nacionais".

 

O grupo parlamentar do Bloco de Esquerda, liderado por Pedro Filipa Soares, "valoriza este documento de identificação pela sua importância e considera que a sua designação não deve ficar restrita à formulação masculina, que não é neutra, e deve, pelo contrário, beneficiar de uma formulação que responda também ao seu papel de identificação afectiva e simbólica, no mais profundo respeito pela igualdade de direitos entre homens e mulheres".

 

Por isso, propõe que a Assembleia da República recomende ao Governo a alteração do nome para Cartão de Cidadania.




A sua opinião127
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado MigMig 14.04.2016

Não têm mais nada com que se preocupar. Divertem-se a brincar.

Que tristes estes políticos!

comentários mais recentes
litos335 01.07.2016

Perdão ... Cartão de Cidadona !
Que tristeza este corja de novos políticos !

JUNIOR 02.05.2016

Próxima ação ridicula será mudar a palavra pessoa ou melhor criar uma lei para o homem ser chamado de PESSOO.

moreira65 20.04.2016

vocês querem é receber mais umas verbas com essas mudanças! se estão preocupados com essas m.. é melhor abandonarem já o governo que não fazem aí falta nenhuma!!

nb 19.04.2016

Que pouca vergonha é esta? Então estes energúmenos do BE, não sabem que CIDADÃO no caso em questão. é neutro? Vão para a escola novamente em vez de andarem a brincar com pintelhos... E mais triste ainda, o governo disposto a tudo.

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub