Política Congresso do CDS-PP vai discutir dez moções de estratégia global

Congresso do CDS-PP vai discutir dez moções de estratégia global

São dez as moções de estratégia global, entre as quais a da candidata à liderança do partido, Assunção Crista, que vão ser discutidas no 26.º congresso do CDS-PP, que se realiza a 12 e 13 de Março em Gondomar.
Congresso do CDS-PP vai discutir dez moções de estratégia global
Lusa 27 de Fevereiro de 2016 às 14:49

O 26.º congresso do CDS-PP, que se realiza a 12 e 13 de Março em Gondomar, vai discutir dez moções de estratégia global, entre as quais a da candidata à liderança do partido, Assunção Cristas.

Em declarações à Lusa, o presidente da comissão organizadora do congresso, António Carlos Monteiro, adiantou que até às 00:00 de sexta-feira, hora limite para a entrega dos documentos, deram entrada dez moções de estratégia global e dez moções sectoriais.

De acordo com o regulamento do congresso, as moções de estratégia global "têm como objecto fixar a orientação geral do partido" e devem ser subscritas por, pelo menos, 300 militantes.

As moções de estratégia global são apresentadas e discutidas em congresso e são votadas em alternativa na reunião magna do partido.

As moções de estratégia sectoriais "têm como objecto fixar a orientação do partido em relação a assuntos políticos específicos", devendo ser subscritas por, pelo menos, 150 militantes.

Estas moções serão apresentadas no congresso, mas a sua discussão e votação apenas será feita em conselho nacional convocado, a seguir ao congresso, para esse efeito.

Entre as dez moções de estratégia global entregues está a de Assunção Cristas, a única candidata à sucessão do líder democrata-cristão, Paulo Portas. A moção de 31 página da ex-ministra intitula-se "Ambição e Responsabilidade para Portugal".

O 26.º Congresso do CDS-PP escolhe o sucessor de Paulo Portas, que está na presidência do partido desde 1998, tendo estado afastado da direção centrista apenas dois anos, entre 2005 e 2007, durante a liderança de José Ribeiro e Castro.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub