Política Jerónimo diz que PSD está em negação e desafia partido a ser mais construtivo

Jerónimo diz que PSD está em negação e desafia partido a ser mais construtivo

O líder comunista classificou o posicionamento do PSD como sendo de "negação permanente" e de "crítica sem proposta alternativa."
Jerónimo diz que PSD está em negação e desafia partido a ser mais construtivo
Sérgio Lemos/Correio da Manhã
Lusa 12 de agosto de 2017 às 21:41
O líder do PCP desafiou hoje o PSD a ter uma posição mais "construtiva" relativamente às políticas a implementar no país, considerando que o posicionamento dos sociais-democratas tem sido de "negação permanente" e de críticas sem propostas alternativas.

"Não se pode exigir ao PSD que deixe de criticar, consideramos que a acção governativa não é intocável, nós próprios temos assumido posições divergentes, mas temos sempre esta visão positiva, construtiva, que se reflecte, designadamente, a partir de hoje", afirmou Jerónimo de Sousa, referindo-se à actualização extraordinária de pensões.

O secretário-geral do PCP falava aos jornalistas durante uma visita à Feira Medieval de Silves, único concelho no Algarve em que a autarquia é liderada pela CDU, embora tenha frisado que não se tratou de uma acção relacionada com a campanha eleitoral, mas sim uma visita "descontraída".

Jerónimo de Sousa classificou o posicionamento do PSD como sendo de "negação permanente" e de "crítica sem proposta alternativa", pois vai falando de reformas "nunca explicando que reformas são", como é o caso do "corte de 600 milhões de euros na protecção social".

Considerando que faria bem ao PSD ter uma "posição construtiva", o líder do PCP acusou ainda os sociais-democratas de entrarem em contradição ao votarem contra a proposta para baixar o Imposto Municipal dobre Imóveis (IMI) e agora estarem preocupados com "aqueles impostos que são para quem tem património mais elevado ou muito elevado".

Questionado pelos jornalistas sobre o veto presidencial ao diploma que introduzia alterações à municipalização da Carris, Jerónimo de Sousa disse considerar que a solução encontrada é boa, "desde que se mantenha o princípio da não privatização" da empresa de transportes.

"Acho que é possível, tendo em conta a mensagem do Presidente, que não declarou a inconstitucionalidade. Pensamos que é possível de uma forma desdramatizada encontrar a solução adequada", concluiu.

A Feira Medieval de Silves arrancou na sexta feira na zona histórica da antiga capital do Algarve e prolonga-se até ao dia 20 de agosto.



A sua opinião18
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado oluapaxe Há 1 semana

Ó geronimo tu és governo. Tu não necessitas do psd para nada. Para quando a renegociação dívida? Para quando a nacionalização dos bancos? Porquê é que deixas existir despedimentos da cgd? Para quando bifanas e imperiais de borla para os camaradas na festa do avante? Tu não das respostas a estas perguntas porque és um vendido. Tu juntamento com a Catarina e o número 2 do Sócrates és cúmplice pela incompetencia da proteção civil, tu mais a Catarina e o Costa 65 tens sangue nas mãos.
Eu seu que o teu sonho era transformar este país numa Venezuela, seu também que sonhas com os mísseis do tio Kim, mas como és um vendido contentas te um pires de sapos, o Costa fez de ti uma bicth. Tristeza de líder comunista que já não é confiável estás ao nível da Catarina. Vives ainda no tempo em que Moscovo mandava mas paciência o alzaimer é f#~%do.

comentários mais recentes
Jerónimo não dez a mão a falhados e trapaceiros. Há 6 dias

Ex,votante do PSD nunca mais me levam o voto,vou votar geringonça que foi uma Bênção de Deus, que são sérios e são acusados de ladrões, mas os ladrões o povo sabe aonde eles se encontram é no cavaquismo dos caciques podre das laranjas podres,que oferecem porcos e sardinhas para enganar o povo.

os cúmplices também são culpados Há 6 dias

64 ou mais vítimas mortais mais o aumento da dívida pública em mais 20 mil milhões de euros é este o saldo do desgoverno golpista comunista. Quem viabilizou este desgoverno é cúmplice e também é culpado. E este fulano comunista é um deles.

Anónimo Há 6 dias

Amigo Jerónimo porquê não veio para Venezuela aqui tinhas muito mais êxito nos ate queremos ter comunistas aqui ,tu e teu partido viviam na pele o que es viver no pais comunista

DJ viajante Há 6 dias

JS e compinchas vao para a Venezuela dar uma mao ao camarada ditador porque em Portugal nao fazem falta e nas próximas legislativas o PS vai-vos dar a facada mortal. Fora com ditadores.

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub