Política Jerónimo de Sousa: Apoio do PCP ao Governo de Costa dependerá das medidas que tomar

Jerónimo de Sousa: Apoio do PCP ao Governo de Costa dependerá das medidas que tomar

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, disse esta sexta-feira, na Encumeada, na Madeira, no jantar comemorativo dos 95 anos do partido, que o apoio ao Governo do PS dependerá das medidas adoptadas pelo executivo de António Costa. 
Jerónimo de Sousa: Apoio do PCP ao Governo de Costa dependerá das medidas que tomar
Miguel Baltazar/Negócios
Lusa 18 de Março de 2016 às 22:33

"Nós fizemos uma posição conjunta com o PS mas esta posição conjunta, definindo o grau de convergência, define o grau de compromisso", declarou Jerónimo de Sousa, sublinhando que o PCP dará "uma contribuição em tudo o que for positivo para os trabalhadores e para o povo e estará contra as medidas que sejam contra os trabalhadores e o povo, venham elas de onde vierem".

 

Jerónimo de Sousa referiu que o país tem "um orçamento melhor" do que aquele que o PSD e o CDS apresentariam caso estivessem no Governo: "ainda bem que não foi porque os portugueses sentiram um alívio muito grande por ver esta gente pelas costas que infernizou as suas vidas durante quatro anos".

 

O líder comunista lamentou que o PS não tenha aceitado a proposta de aumento em 10 euros nas pensões e reformas mas sublinhou que o PCP "não desiste desta batalha" na Assembleia da República e fora dela.

 

O jantar marcou o regresso do coordenador regional do PCP na Madeira, Edgar Silva, à intervenção política depois das eleições presidenciais. "Saiu Alberto João Jardim, entrou Miguel Albuquerque mas continua exactamente a mesma lógica de governação, sem projecto", disse o ex-candidato presidencial apoiado pelo PCP. 




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 19.03.2016

Nos dizemos IRRA que o tipo nao sai do mesmo.Mas tambem o que e que se pode esperar dum barredor,no fundo e o simbolo nacional.No meu quarto de dormir tenho 1 cruz de cristo e algo mais ,no quarto dele ha-de estar o lula,lech walesa,nao esquecendo o cunhal,fidel,tudo escolado.

João G 19.03.2016

A teoria dos bons(nós) e dos maus (os outros)..."um orçamento melhor" do que aquele que PSD e CDS apresentariam. Mas se isto é treta política, dizer que o apoio ao governo depende das medidas, é querer fazer crer que o PC não conseguiu ainda os seus objectivos: os "transportes".

pub