Política Jorge Coelho regressa para “olear” máquina eleitoral do PS

Jorge Coelho regressa para “olear” máquina eleitoral do PS

Antigo CEO da Mota-Engil e braço direito de Guterres está a “dar [a sua] colaboração” à direcção de Seguro, “sem precisar de cargos”.
Jorge Coelho regressa para “olear” máquina eleitoral do PS
Negócios 27 de fevereiro de 2014 às 09:45

“Quem se mete com o PS leva!”. A afirmação de Jorge Coelho, dirigida numa alusão crítica ao então Bastonário da Ordem dos Advogados, Pires de Lima, foi proferida em 2001 e ficou para a história do partidarismo nacional. Volvida mais de uma década após este episódio – e um ano depois da demissão da presidência executiva da construtora Mota-Engil – o homem do aparelho socialista está de volta à política activa para tentar ajudar o PS a regressar ao poder.

 

“O secretário-geral do PS desafiou-me para dar a minha colaboração. Tenho experiência suficiente para não precisar de cargos”, disse ao “Público” o antigo ministro socialista. “Não sou dirigente nem candidato. Gosto de ter participação cívica”, reagiu em declarações ao jornal “i”.

 

Jorge Coelho tem participado em reuniões com as federações distritais socialistas, a quem pediu um maior envolvimento nas actividades partidárias, e está a colaborar na organização de algumas das conferências temáticas do partido, que antecederão a Convenção Novo Rumo, agendada para 17 de Maio. Precisamente a data simbólica apontada para a saída da troika, a escassos dias das eleições Europeias de 25 de Maio, em que terá Francisco Assis como cabeça-de-lista.

 

Nas eleições autárquicas, disputadas em Setembro do ano passado, o antigo braço direito de António Guterres já tinha participado mais discretamente na “máquina” das campanhas vencedoras dos “camaradas” António Costa, em Lisboa, e Basílio Horta, em Sintra. É-lhe atribuído igualmente um papel de destaque nos bastidores da pacificação do partido, em Fevereiro de 2013, quando o autarca da capital esteve prestes a desafiar oficialmente a liderança de Seguro.




A sua opinião46
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 27.02.2014

Já não há óleo que vos salve ,talvez um tinto carrascão que tanto gostas pode animar a malta.Cada vez Xuxam menos.O povo está farto de tanta gatunagem xuxalista

comentários mais recentes
Ana Bela 27.02.2014

Este não quer perder o tacho,

John Lu 27.02.2014

mas o camionista nao emigrou de vez??.....ate qd vamos ter q aturar esse oportunista e essa buçalidade??

Serafim Pina 27.02.2014

Isto cheira-me a esturro.

Bruno Protásio 27.02.2014

Coelhos ao poder. Ahahahah

ver mais comentários
pub