Política Kim impõe duração máxima de sete horas a cimeira com Trump

Kim impõe duração máxima de sete horas a cimeira com Trump

Duas fontes citadas pela Bloomberg avançaram que o líder norte-coreano estabeleceu um prazo de duração da cimeira, tendo estabelecido a hora a que acaba. Trump já marcou voo de regresso mais cedo do que esperava.
Carla Pedro 11 de junho de 2018 às 20:45

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, que se reúne amanhã em Singapura com o presidente norte-americano, Donald Trump, a partir das 09:00 da manhã locais, 02:00 da manhã em Lisboa, estabeleceu uma hora para o final da cimeira histórica entre os dois dirigentes, avançaram à Bloomberg duas fontes conhecedoras do planeamento deste encontro.

 

A decisão de Kim fez com que Trump antecipasse o seu voo de regresso aos EUA, que esperava que fosse mais tarde.

 

De acordo com as mesmas fontes, Trump estava a pensar ficar mais tempo se as negociações estivessem a progredir favoravelmente, mas, uma vez que Kim já agendou o seu regresso, o chefe da Casa Branca decidiu fazer o mesmo.

 

O líder norte-coreano tem agendado o voo de regresso a Pyongyang para as 16:00 de Singapura, 09:00 em Lisboa. O que significa que a cimeira durará, no máximo, sete horas.

 

Já Trump marcou o seu voo de volta a Washington para as 07:00 de Singapura – quando for meio-dia em Lisboa e sete da manhã em Nova Iorque.

Depois de alguns avanços e recuos, o encontro histórico entre os dois líderes finalmente acontece depois de a Casa Branca ter adiantado na semana passada que foram feitos "progressos significativos" nas conversações com Pyongyang.

Trump tem centrado as atenções nos últimos tempos devido ao recrudescer de tensões comerciais - decorrentes da imposição de tarifas aduaneiras à entrada de aço e alumínio nos Estados Unidos - e de tensões geopolíticas, com a China, o Irão e a Coreia do Norte entre os principais braços-de-ferro.




pub